Categoria

Memória

Categoria

Teddy Ruxpin, o urso falante que encantou toda uma geração

Continuando com a nossa série de “matérias nostálgicas”, hoje vamos relembrar de outro produto lançado pela Tectoy da geração pré-Master System, o ursinho Teddy Ruxpin, que chegou ao mercado brasileiro em novembro de 1988. Ué, um ursinho de pelúcia, uma escolha estranha para uma empresa que estava apostando em produtos eletrônicos avançados (para a época) como os anteriormente lançados Pistola Zillion (leia mais) e Pense Bem (leia mais). Mas não estamos falando de um urso de pelúcia qualquer, o nosso amigo Teddy tinha uma particularidade toda especial: ele contava histórias e cantava músicas de acordo com a, hoje jurássica, fita cassete (lembram dela?) que era inserida em suas costas. Enquanto falava, ele mexia os olhos e a boca em sincronia com o áudio, era simplesmente mágico! Foi um dos brinquedos mais inovadores que certamente marcou a infância de muitas crianças no final dos anos 80 – quem teve um jamais…

Pense Bem, o brinquedo educativo que foi sonho de consumo nos final dos anos 80

Como já vimos aqui, a Tectoy iniciou sua empreitada na indústria de aparelhos eletrônicos no Brasil com o lançamento da saudosa pistola Zillion, em sua primeira parceria com a Sega (o início de um longo casamento). No mesmo ano, em 1988, a empresa lançou outro produto que alcançou grande popularidade entre os brasileiros, o Pense Bem. Ele era um brinquedo educativo que lembrava um computador (na época um item para poucos), na verdade uma versão licenciada do Smart Start, criado pela Vtech (Video Technology International), de Hong Kong. Logo que foi lançado, virou sonho de consumo da criançada, afinal era o primeiro contato que as crianças tinham com informática e uma “alta tecnologia computadorizada”. Como dizia o slogan do aparelho: “Pense Bem, muito mais que um brinquedo, quase um computador”. Além de ter atividades básicas embutidas, o Pense Bem era mais popular com livros de perguntas (onde era possível definir…

A Magia está no ar! Relembre da Estrelinha Mágica da Tectoy

Créditos imagem: Blog Ana Caldatto Se você teve uma infância no final dos anos 80, certamente deve se lembrar de um brinquedo encantador da Tectoy feito em parceria com os estúdios Maurício de Souza: a Estrelinha Mágica da Turma da Mônica! Feita de plástico duro e resistente, ela era bem pequena e cabia na palma da mão. E era justamente segurando-a que a mágica acontecia: uma luz interna brilhava enquanto produzia um “som mágico”. O produto foi um marco tecnológico na época e fez um sucesso gigantesco, vendendo mais de 1 milhão de unidades no Brasil – afinal, era uma estrela, que cabia na palma da sua mão! E que ainda brilhava e “cantava”! A criançada dos anos 80 enlouqueceu com  a Estrelinha Mágica. A procura foi tão grande que acabou com o estoque rapidamente, a a Tectoy não estava conseguindo vencer a demanda das lojas e clientes. Essa carismática…

Veja aqui a relação entre as Pistolas Zillion e Light Phaser do Master System

Um dos primeiros produtos da Tectoy (na época Tec Toy) marcou também o início do relacionamento da empresa com a japonesa Sega. Em 1988 chegava ao mercado brasileiro a revolucionária pistola Zillion (inclusive antes do Master System nacional), um brinquedo baseado no anime homônimo que fazia bastante sucesso na época (especialmente aqui no Brasil), lançado em 1987 pela Sega em parceria com o estúdio de animação Tatsunoko Production. Essa pistola nada mais era do que um Laser Tag similar aos Paintballs de hoje em dia, mas ao invés de tinta, usava raios infravermelhos para atingir um alvo (o Zillion Badge) triangular preso ao peito do adversário. Quando atingido, o alvo disparava um alarme e piscava, indicando que o jogador estava fora da partida. Curiosamente, o design das futuristas pistolas Zillion foram inspiradas na Light Phaser do Master System, que chegou ao mercado pela primeira vez em 1986, junto com o lançamento do…

Bem-Vindo à Próxima Fase!

Famoso slogan usado pela Sega/Tec Toy nos anos 90, substituindo o também popular “Genesis does what Nintendon’t” (Genesis faz o que  Nintendo não faz), criado pelo lendário ex-CEO da Sega of America, Tom Kalinske. O material promocional acima, por exemplo, foi usado no lançamento do Sega CD.

A História do Master System – Parte 1

Bem-vindos à seção nostalgia do nosso blog, onde pretendemos contar a história de consoles, jogos, empresas relacionadas à Tectoy da maneira mais detalhada possível. E para começar, nada melhor do que com um dos videogames mais queridos e lembrados pelos gamers brasileiros! Nossa história começa em uma outra época, “em uma galáxia muito, muito distante” (ok, nem tanto). Mas uma época em que talvez muitos dos leitores ainda estivessem engatinhando ou ainda nem mesmo tivessem nascido, que não chega ser a pré-histórica na história dos videogames, mas está por ali na Idade Antiga. O ano: 1989. Localização: Brasil. O console: Master System. A empresa: Tec Toy. Essas foram as variantes responsáveis por uma metamorfose revolucionária no mercado brasileiro de videogames, considerada por muitos a “Era de Ouro” da indústria no país, e que nunca mais seria a mesma. Sim, é verdade que já tínhamos o Atari em terras brasileiras desde…