Saudações pessoal!

Hoje trazemos uma entrevista muito legal com o Ricardo Wilmers, um colecionador de games e super fã dos sistemas da Sega/Tectoy. Não perca mais tempo e confira abaixo a incrível coleção dele!

Olá Ricardo, tudo bem? Faça sua apresentação para os nossos leitores.

Olá a todos, me chamo Ricardo Wilmers, tenho 40 anos sempre gostei de videogames, mas hoje em dia não jogo muito, sou fanático pela Sega, principalmente pelos consoles Game Gear, Master System e Mega Drive e adoro a TecToy.

Como começou a sua vida de gamer?

No início da década de 80, eu e meus irmãos ganhamos de presente de natal um Atari 2600 e mais tarde, quando a Tectoy lançou no Brasil o Master System ficamos super ansiosos para termos um. Nossos pais juntaram algumas economias e nos deram de presente um Master System, e este foi nosso videogame por alguns anos. Lembro-me de ir com a minha mãe na Tectoy, localizada no bairro da Lapa em São Paulo, comprar um jogo novo. Isso só acontecia uma ou no máximo duas vezes por ano, era uma experiência inesquecível. Ver todos aqueles jogos lacrados aos montes, consoles e mais consoles, acessórios, ver um Game Gear ligado para demonstração era simplesmente sensacional. Anos depois nos trocamos esse Master System por um Mega Drive da própria Tectoy e tínhamos a impressão de estar jogando um Arcade dentro de Casa!

E como começou sua vida de colecionador de jogos?

Em 2000, no trabalho, eu soube de um tal site de leilão internacional, pesquisei e vi sendo vendido um Game Gear por apenas US$20,00! Pensei: “Agora eu tenho dinheiro, posso realizar esse sonho de infância!”. Me cadastrei no site, fui lá e comprei. Nessa mesma noite fui pesquisando o que saiu de consoles da Sega nesse período todo que eu não jogava mais videogame. O Mega Drive foi meu último console que ganhamos, mas eu só joguei até o Sega CD e 32X. O Saturn e o Dreamcast eu não joguei, só sabia da existência. Ao pesquisar na internet, tantos modelos diferentes de Game Gear que existiram, tantos acessórios de Master System e Mega Drive que foram fabricados, eu simplesmente pirei! Tanto que fiquei pesquisando na internet por umas 6 horas direto, salvando fotos e ali sem saber, estava nascendo a vontade de colecionar! A partir dali, comecei a pesquisar mais, ir a feiras de rolo, me cadastrar em sites de leilões e comprar tudo quanto é coisas relacionadas a videogames, mas principalmente a Sega e da empresa Tectoy.

O que os consoles e games da Sega/Tectoy significam na sua vida? Quais suas melhores recordações?

Foram nossos melhores presentes que nossos pais nos deram. Ir na casa dos amigos jogar Master System, disputar campeonatos de futebol no Mega Drive e sair com nossos pais afim de poder escolher e comprar um jogo, são memorias e recordações excelentes para uma pessoa.

O que a sua esposa e filha acham desse seu hobby?

Minha esposa gosta mas não joga e respeita essa minha paixão pelo colecionismo, e com a minha filha, que tem 15 anos, é a mesma coisa.

Quais são os seus jogos favoritos da Sega/Tectoy e por quê?

Pensa você sair do Atari 2600, que sim teve e tiveram jogos e personagens que marcaram época, para entrar num mundo do Alex Kidd, do Sonic, do Castle Of Ilusion, do Quackshot ou dos arcades famosos como Shinobi, Altered Beast, Wonder Boy entre outros que tomavam muitas e muitas fichas minhas e que agora estavam dentro da minha casa, era uma sensação maravilhosa.

Como é a vida de um colecionador de jogos? Explique para nós como você pesquisa e adquire os produtos.

É uma vida sem volta, ou melhor um poço sem fundo. Se você não tiver um controle emocional, você se perde, depois de alguns anos eu percebi que nunca, nenhuma pessoa no mundo teria tudo que foi lançado em videogames, tamanha é a biblioteca de consoles e jogos lançados no mundo todo. Se você não focar em algo que você goste, ou tenha prazer em colecionar, vai gastar mundos e fundos. Eu foquei nos consoles da Sega, especialmente de tudo que a Tectoy lançou no Brasil. Hoje você com um pouco de paciência e pesquisa tem inúmeros sites e locais para poder comprar/ trocar e incrementar sua coleção.

Quantos jogos da Sega/Tectoy você possui e quais são os itens mais raros da sua coleção?

São tantos que nem dá para contabilizar. Da Tectoy, eu consegui completar a coleção de jogos lançados para o Game Gear e para o Master System. Do Mega Drive, eu tenho os primeiros 19 jogos lançados em caixa de papelão, muitos raros por sinal, do 32x também tenho o set completo nacional. No geral devo ter uns 500 jogos para consoles da Sega que a Tectoy lançou no Brasil e mais uns 1.000 jogos importados. No total contando outros consoles devo ter uns 2.000 jogos.

Tem algum jogo (s) que você queira muito e até hoje não conseguiu adquirir?

A maioria dos raros ou extra-hiper-mega-raro eu já consegui ao longo desses 17 anos. Mas tem um jogo lançado para o Sega Mark III (o nosso Sega Master System lançado no Japão) que foi exclusivo para quem comprasse uma revista, que há alguns anos custava uns US$ 300/500 e hoje em dia quando aparece para venda não sai por menos de US$ 1.000. Ainda terei ele.

O que você achou da iniciativa da Tectoy de voltar com o Mega Drive?

Excelente! Sensacional! Sou bastante saudosista, tenho meus 40 anos então poder relembrar minha infância/adolescência tendo novamente a sensação de comprar um videogame da época não tem comparação.

Alguma consideração final, história interessante que queira compartilhar ou dicas para quem gostaria de começar a vida de colecionador?

Histórias engraçadas e tristes são tantas, tantos anos “caçando” pesquisando que não daria tempo de contar, mas uma dica que eu acho importante dar é, tenha FOCO, e compre realmente aquilo que você goste, que lhe dará prazer ter. Não precisa ter o mundo todo, tenha o que você realmente goste, para mim, não importava e nem importa o tanto ou quanto o cara tem e sim se ele gosta daquilo que ele coleciona. Colecionar videogames me deu muitos amigos e é isso o que eu mais valorizo, não são os consoles raros ou jogos caros e sim poder ter amigos para conversar, dar risadas e trocar experiências.

 

  • Christian Tavares

    Cara de sorte esse. Parabéns pela coleção. Não tem preço.

  • André Ribeiro Sales

    Esse picareta anuncia manuais, capas e encartes de jogos réplicas e diz que são originais no mercado livre e ainda faz de tudo pra inflacionar o preços dos retros. Essa coleção dele vai pegar fogo em breve.

    Pilantra.

  • Guitardo Light

    Muito legal a matéria. Povo que gosta de mega drive, agora tem mais um canal para se informar:

    http://megadrivemaniacos.blogspot.com ! Sensacional.