Saudações pessoal!

Estamos de volta com a terceira parte do “Dossiê Tectoy“, uma série de entrevistas com Heriberto Martinez, gerente de engenharia e o Olimpio, gerente de projetos da Tectoy, abordando algumas curiosidades e bastidores do desenvolvimento do novo Mega Drive.

Caso você ainda não tenha visto, clique nos links abaixo para ler as duas primeiras partes:

Heriberto (esquerda) e Olimpio testando o novo Mega Drive

ENTREVISTA

A Tectoy divulgou que o novo Mega Drive poderá receber atualizações de firmware. Com qual frequência estas atualizações serão feitas?

Heriberto – A frequência das atualizações vai depender da gravidade de eventuais problemas encontrados e das soluções encontradas. Continuamos no trabalho de resolver algumas incompatibilidades, mas sentimos que estamos chegando perto do limite daquilo que o chip pode oferecer.

Tecnicamente podem haver duas atualizações: A primeira é do Flash do sistema, que esperamos nunca precisar fazer. A segunda é atualização do firmware principal que é carregado pelo cartão SD. Assim a atualização do firmware para o usuário final é simples e segura, basicamente é a substituição de um arquivo.

Por quanto tempo vocês planejam dar suporte ao Mega Drive?

Olimpio – Até o momento estamos muito satisfeitos com a participação da comunidade e quem sabe o ciclo de vida do produto possa aumentar com a venda de cartuchos. Acho que o apoio da comunidade é essencial para responder a essa pergunta.

Quais foram as maiores dificuldades em conseguir recriar o controle de 3 botões? E o mesmo será compatível com o Mega Drive antigo e outros modelos?

Heriberto – Assim como em outros controles no passado, a dificuldade foi o botão direcional. Gastamos um bom tempo de desenvolvimento para conseguir um equilíbro satisfatório entre os movimentos diagonais (importantes para jogos de luta) e movimentos ortogonais (mais notados nos jogos tipo Columns).

Particularmente acreditamos que o projeto original da Sega não seja muito bom no botão direcional. Quando foi lançado o controle de 6 botões houve uma boa melhora nesse ponto.

O nosso controle atual será compatível com todos os modelos anteriores.

Apenas uma curiosidade, que foi uma novidade para nós, descoberta durante o desenvolvimento do produto. Temos uma peça de um Mega Drive original japonês, que surpreendentemente apresenta problemas no jogo Decap Attack. Já o controle produzido pela Tectoy nos anos 90 não apresenta nenhum problema. É claro, este atual também não.

A diferença de hardware entre os controles é a presença ou não de um resistor em uma das linhas de sinais do conector DB-9. Não sabemos se isso foi um bug que a Sega corrigiu, se existem versões do jogo Decap Attack. Se algum de nossos fãs gamers souber algo sobre essa história temos curiosidade em saber.

Olimpio – Nós dedicamos bastante tempo do projeto aos testes dos controles e na nossa equipe temos dois grupos: O Heriberto gosta muito de jogar Columns, já a equipe de testes prefere Mortal Kombat, que usa muito a diagonal. Então tivemos que encontrar um controle que agradasse aos dois tipos de jogadores, um que usava muito a diagonal e outro que não queria a diagonal.

Só para explicar melhor, no Columns você usa o direcional para baixo para descer as peças e se você pressionar a diagonal a peça vai para o lugar errado, o que dá muita raiva. Outro teste no Mortal Kombat é o campeonato de congelamento, o controle que soltar mais o gelinho do Sub-Zero, era considerado melhor.

Em breve a Parte 4, aguardem.

  • Marcelo Cleto

    “.. sentimos que estamos chegando perto do limite daquilo que o chip pode oferecer”.. ou seja o CHIP é uma bosta e não há muito a ser feito!

  • Dinhnatam Dickinson

    Se essas atualizações não resolverem pelo menos os bugs e as incompatibilidades com jogos básicos ( já que no primeiro FAQ falava em incompatibilidade só com jogos com chip especial e com tecnologia lock on ) será a maior enganação ao consumidor. Quanto ao som não falo nada. Mas é OBRIGAÇÃO da Tec Toy achar uma solução para esses bugs com jogos simples como Truxton por exemplo, é o mínimo.

    • Jorge Mcfly

      É meu velho, acabaram de traduzir o suporte, ou seja, nada

  • Francis Fussiger

    A comunidade é muito forte, eu gostaria que a Tectoy apoiasse oficialmente iniciativas como essa:http://www.comunidademegadrive.com.br/artigos/atualizacao-para-o-mega-drive-da-tectoy/

  • Dantas Almeida

    vergonha essa tectoy

  • Andesson Amaro Cavalcanti

    Traduzindo, não haverá suporte significativo. Essas atualizações corrigirao bugs em um ou outro jogo, bem superficialmente, e ainda teremos que engolir aquela dashboard feia com aquela música horrível. Produto de trabalho feito às pressas e de forma amadora…

  • Renato T. Boca

    Querem suporte de verdade? Entrem nas páginas do Neto:

    Texto da postagem do Facebook do NETO:
    “Nova firmware de teste com suporte a base de dados de imagem em arquivo separado, esta versão é só para demonstrar a possibilidade de se carregar a imagem dos jogos a partir de arquivos do SD, estou fazendo testes para que cada pasta tenha sua base de dados separada. O procedimento de instalação para o MDI é o mesmo para o anterior, faça backup do original e instale o novo, no caso do banco de dados de imagem crie um diretório DATA dentro da pasta TECTOY e copie o arquivo Database.bin para lá ficando “TECTOYDATADatabase.bin”.
    http://www.neto-games.com.br/rom_hack/Neto_MDI_Database.rar
    Caso queira editar as imagens existentes ou adicionar novas baixe o meu compilador Assembler nova versão contendo uma ferramenta desenvolvida exclusivamente para editar a base de dados do arquivo de imagens http://www.neto-games.com.br/ferramenta … r_V011.rar ”
    ——————————

    Neto – Facebook

    Site com esquemas e tutoriais de modificações de consoles antigos:
    Neto – Web site

  • Vinicius Hozara

    kkkkkkkkkkk esses dossiês são um tiro no pé heim tectoy! Estão divulgando a incapacidade de fazer algo DECENTE e sem defeitos. Apaga que dá tempo! kkkkkk

  • Jorge Mcfly

    Vergonha Tectoy, os engenheiros do campeonato de gelinho não estão dando suporte ao produto e a comunidade está caindo em cima, não acreditem que essa mesma comunidade irá comprar mais produtos da marca.