Ao ligar o videogame, sempre nos deparamos com jogos onde o protagonista é um herói que salvará o mundo, em geral com poderes especiais ou alguma habilidade extraordinária.

O herói da vida real tem uma dinâmica semelhante aos jogos de RPG, onde cada vitória dá pontos de experiência para avançar a um próximo nível. Isso é ser pai.

Ser pai é colocar o nível de dificuldade do jogo da vida no modo “very hard”, mas ser recompensado com um enorme sentimento de satisfação ao vencer aquela fase difícil depois de muita persistência. Exatamente como um jogador que está viciado em um game e quer zerá-lo a qualquer preço.

O herói da vida real tem defeitos e é apenas um ser humano, mas sempre dá o melhor de si por você, assim como você dá o melhor de si para ter cada vez mais habilidade até “zerar” aquele jogo. Às vezes assume uma postura durona parecendo um último chefão, e nem sempre a relação é das mais amigáveis, mas no fim das contas, tudo é feito pensando no seu bem.

Ser pai é ser guerreiro, aprender com os erros, superar aquele obstáculo, ganhar pontos de experiência ao vencer desafios da vida, avançar de nível e ficar cada vez mais forte.

Feliz dia dos pais!

Feliz Dia dos Pais

  • Os jogadores que agora são pais! É ótimo jogar os clássicos da SEGA com os filhos