Um dos maiores ícones do mundo dos videogames, a simpática bolinha amarela devoradora de pastilhas foi criada pelo game designer japonês Toru Iwatani como um fliperama lançado pela Namco em 1980, tornando-se um sucesso imediato no Japão, e pouco tempo depois no mundo inteiro.

Na época os jogos de naves como “Space Invaders” e “Asteroids” dominavam o mercado, por isso Iwatani queria desenvolver algo que fosse diferente. A história da sua criação é bem conhecida, mas caso você ainda não a conheça, nós damos uma mãozinha e relembramos abaixo (uma situação que poderia acontecer com qualquer pessoa):

A inspiração do personagem ocorreu durante um jantar, quando Iwatani decidiu comer uma pizza e ao vê-la sem uma fatia, o fez lembrar uma boca aberta. Simples assim. Além disso, era desejo dele que o jogo tivesse um apelo maior para o público feminino, já que os fliperamas naquela época eram mais frequentados por homens.

Toru Iwatani teve a ideia de Pac-Man ao comer uma pizza

Segundo ele, garotas amam comer, e ele achou que um personagem que estivesse sempre comendo poderia ser mais atraente para as mulheres – tática que realmente deu certo, aumentando a presença feminina nas casas de fliperamas.

O nome escolhido para o personagem foi Puck-Man, inspirado no termo japonês paku-paku que significa o ator de comer (abrir e fechar a boca). No entanto, temendo que a palavra Puck gerasse piadas com um palavrão em inglês, seu nome oficial foi alterado para Pac-Man. Aqui no Brasil o jogo ficou mais conhecido pelo singelo nome de “Come-Come“.

gabinetes de “Pac-Man” e “Puck-Man”

A proposta do game era bem simples: o jogador controla Pac-Man em um labirinto com o objetivo de comer o maior números de pastilhas, enquanto evita quatro fantasmas conhecidos como Blinky (vermelho), Pinky (rosa), Inky (azul) e Clyde (amarelo).

Espalhadas pelo mapa há pastilhas maiores, que permitem Pac-Man de caçar e devorar os fantasmas por um tempo limitado e mandá-los para a prisão. Surgia então um elemento que é usado até hoje nos games: o “Power-Up“, um item que deixa o personagem mais poderoso. Segundo Iwatani, a ideia veio do clássico desenho animado do Popeye, que ficava mais forte quando comia espinafre.

Pac-Man em sua versão arcade

Outro elemento inovador foi a complexa Inteligência Artificial usada nos inimigos, dando a cada um “personalidades” diferentes. O fantasma vermelho tem a função de perseguir Pac-Man, enquanto o rosa tenta antecipar o personagem para pegá-lo de surpresa, o azul é instável, mudando seus movimentos e atitudes de uma hora para outra e por último, o laranja, que tem um comportamento mais aleatório, apenas circulando pelo mapa.

O Atari 2600 recebeu sua versão de “Pac-Man” em 1982, que apesar de receber várias críticas de suas diferenças notáveis em relação ao hardware do arcade (devido a pouca quantidade de memória) e vários bugs, foi também um sucesso avassalador no console – é considerado o jogo de maior sucesso do Atari 2600, com mais de 7 milhões de unidades vendidas.

Pac-Man na versão Atari 2600

Apesar das diferenças, o jogo mantém os conceitos básicos originais: controlar Pac-Man em um labirinto, consumindo o maior número de pastilhas e evitando os quatro fantasmas. Aqui também há os Power-Ups e Vitaminas que valem pontuação bônus.

O jogo também deu origem a várias versões homebrew (caseiras) para o Atari 2600, como é o caso de “Pac-Man 4K“, criado pelo programador Dennis Debro com várias melhorias e bem mais fiel à versão original de arcade – o 4K é uma referência ao limite de memória do cartucho original do Atari. E é justamente esse versão homebrew melhorada que acompanha o nosso Atari Flashback Portátil!

Pac-Man 4K

*Curiosidades:

  • Após passar o nível 255 no fliperama, o jogo trava. Isso ocorre devido a um bug na programação, o que acabou impondo um “final” ao game, que na teoria, trabalha igual a muitos jogos antigos, com looping infinito.
  • Billy Mitchell, dos Estados Unidos, foi a primeira pessoa que atingiu a pontuação máxima do jogo no arcade que é de 3.333.360 pontos em 1999. Para isso ele passou as 255 telas sem perder uma vida e fazendo a maior pontuação possível, até o jogo travar na tela 256.
  • Após o sucesso do jogo original, várias versões melhoradas (oficiais e não oficiais) foram lançadas, apresentando a esposa e filhos de Pac-Man, entre outros detalhes.
  • Pac-Man se tornou um ícone da cultura pop ganhando milhares de produtos que vão além dos videogames, passando por filmes, roupas, bonés, desenhos animados, jogos de tabuleiro, entre muitos outros.
  • Segundo o Guinness World Record, um dos recordes do jogo é o de ser o arcade de maior sucesso em máquinas que utilizam moedas.
  • Recentemente Sonic e Pac-Man fizeram um crossover em seus jogos de celular.