Tag

análise

Browsing

Shadow Blasters: aquele plataforma simplório que é mega divertido!

Shadow Blasters é um game de plataforma desenvolvido pelos pequenos estúdios japoneses Sigma Enterprises e Cyclone System. Foi lançado para o Mega Drive em 1990. A história é bem básica e funciona como um pretexto pra iniciar o game: o Deus maligno Ashura liberou uma horda de monstros e demônios ao planeta Terra, com o objetivo de dominar o mundo assim como o corações dos homens. Já o Deus da bondade, Hyperion, recruta quatro dos guerreiros mais poderosos da terra para derrotá-los e salvar o mundo. O “MEGAMAN” DA CULTURA JAPONESA https://youtu.be/fBv1N4zAm_U Muito provavelmente, a equipe de desenvolvimento se inspirou nos jogos de MegaMan para desenvolver o Shadow Blasters. Você pode escolher entre seis fases iniciais e passar delas em qualquer ordem e, ao finalizá-las, você passa por duas últimas e chega ao chefe final. Além disso, os quatro guerreiros podem ser trocados a hora que quiser ao apertar no…

Battletoads & Double Dragon – The Ultimate Team: relembre um dos primeiros crossovers dos games

Lançado em 1993 pela Tradewest, o Battletoads & Double Dragon – The Ultimate Team chegou a diversos consoles de sua geração, incluindo o bom e velho Mega Drive. Mesmo utilizando os personagens da série Double Dragon, o desenvolvimento do game ficou inteiramente a cargo da Rare e a Technos apenas cedeu a licença para que os personagens Billy e Jimmy Lee aparecessem. RAINHA DAS TREVAS ESTÁ DE VOLTA! Após a Rainha das Trevas ser derrotada pelos Battletoads no jogo anterior (não deixe de ler nossa análise), a vilã foge para os confins do universo. No entanto, um dia uma gigantesca espaçonave chamada Colossus surge da lua e, aparentemente, a Rainha das Trevas está de volta com um plano para dominar toda a galáxia. Dessa vez ela conta com os Shadow Warriors como aliados, os vilões de Double Dragon. Sabendo de todo o ocorrido, o trio de sapos entra em contato…

Growl – luta ecológica no estilo “sou feio, mas estou na moda”

Com a popularização do gênero beat´em´up no início dos anos noventa, várias empresas decidiram apostar em um jogo do gênero e a Taito não fugiu a regra e lançou Growl. Inicialmente para Arcades em 1990, o bom e velho Mega Drive recebeu uma conversão em novembro de 1991. HISTÓRIA ECOLÓGICA! No início do século 20, um grupo de caçadores malvados começaram a atacar animais selvagens e estes correm risco de extinção. “Alô… aqui é o guarda” – disse o protagonista no telefone enquanto estava em um PUB – “Como?!…Entendido! Não vamos falhar em derrotar os malvados caçadores!” Nesse momento, um dos caçadores invade o local e coloca uma bomba na mesa do guarda, só que ele consegue escapar. E assim, começa a aventura. BEAT´EM´UP DO INDIANA JONES! https://youtu.be/g6uBu697DSw Provável que o ponto que mais se destaca em todo o jogo é a trilha sonora. Excelentes composições, que extraem muito bem…

Fatal Labyrinth: Conheça o RPG feito em um cartucho de 1 MEGABIT!

Fatal Labyrinth foi um jogo desenvolvido pelos membros do que viria a ser a Sonic Team para o modem Sega Meganet no Japão em 1990. O diretor foi Hirokazu Yasuhara e o designer é Naoto Ohshima, sendo que ambos assumiram os mesmos cargos no primeiro jogo do azulão. Pioneiro no segmento de “jogos para download”, a equipe teve que desenvolver um RPG relativamente complexo para os padrões da época em um cartucho de apenas 1 megabit, sendo um dos raros jogos do Mega a ser tão pequeno. Como na época a internet estava dando seus “primeiros passos”, era necessário que o jogo tivesse um tamanho acessível para que os japoneses conseguissem baixá-lo sem problemas com a conexão, justificando o fato dele ser tão simplório. Já aqui no ocidente, como o serviço não chegou até nós, ele veio em formato de cartucho mesmo. PIONEIRISMO QUE VALE A CONFERIDA https://youtu.be/qK_cX5Ak1yc Você é…

Sonic 3D Blast: despedindo-se do Mega Drive em grande estilo!

Sonic 3D Blast foi o primeiro game da parceria entre o estúdio britânico Traveller´s Tales e a SEGA, além de ser o último jogo do mascote a ser lançado para o Mega Drive . Na época, os desenvolvedores ingleses estavam ganhando  repercussão pelos games de Mickey Mania, lançado em 1994 e o Toy Story, de 1996. Por essa razão, eles foram convocados para desenvolver um novo título do azulão para o Mega Drive, que estava em seus momentos finais, já que game veio neste último ano citado. BRINCANDO DE 3D SENDO 2D O desenvolvimento teve a supervisão da Sonic Team e, durante o projeto era chamado de Sonic Spindrift. Eventualmente passou a se chamar Sonic Blast, tendo o mesmo nome de um jogo lançado para GameGear e Master System (este último aqui no Brasil), e por fim, virou Sonic 3D Blast. Na época, os gráficos de silicone (Silicon Graphics) estavam…

Sonic Blast – exclusividade dos brasileiros no Master System!

Lançado originalmente para o Game Gear em todo o mundo em 1996, o Sonic Blast chegou ao Master System no mercado brasileiro um ano depois graças ao esforço da Tectoy.  Apesar do nome semelhante ao 3D Blast para Mega Drive, trata-se de uma aventura totalmente diferente. No entanto, também foi a despedida do azulão para os oito bits. A história é praticamente a mesma de sempre para os games dessa época: Dr.Eggman quer dominar o mundo e resolve atirar um raio laser no Sonic enquanto ele tira um cochilo. No entanto, ele acidentalmente quebra uma Esmeralda do Caos em cinco pedaços que se espalham pela Ilha do Sul. Apesar de ter falhado em seu objetivo, ele resolve utilizar os fragmentos para fortalecer a sua base aérea, o Castelo de Prata. Enquanto o azulão se preparava pra procurar os pedaços, Knuckles aparece e entende toda a situação, e ambos resolvem partir…

Sonic Spinball para Master – conheça o primeiro demake do azulão!

Vindo um ano após a versão de Mega Drive, o Sonic Spinball 8-bits foi o último game lançado oficialmente pela SEGA para o Master System, considerando que o Sonic Blast é uma exclusividade do mercado brasileiro.  Curiosamente, o game foi desenvolvido pelo Sega Interactive Development Devision, sendo uma equipe diferente da sua contraparte para o Mega e, mesmo assim, é um demake do 16 bits. Sendo o único jogo (junto com a versão de Mega) que se passa no universo Mobius, o mesmo dos quadrinhos e desenhos animados, o game conta a história de que o Dr.Robotnik conseguiu assumir o Monte Mobius, tornando-o uma base mecânica. Utilizando a energia do magma em baixo de um vulcão, ele construiu sua base Veg-O-Fortress que tem a capacidade de transformar animais inocentes em robôs. A fortaleza precisa ser destruída de dentro para fora, e a única forma de fazê-lo é causar uma erupção…

Shining Force II – O melhor RPG tático do Mega Drive | Análise

Assim como aconteceu com o Shining in The Darkness e o primeiro Force, que já tem análise aqui no blog,  Shining Force II recebeu o mesmo baixo investimento da SEGA, só que dessa vez sob uma ameaça: se o jogo não rendesse o mesmo sucesso dos dois anteriores, a empresa iria desativar as atividades do estúdio. Com isso, houve forte pressão para a equipe Sonic Software, que dessa vez não contou com a ajuda da Climax Entertainment, para levar um produto de qualidade ao mercado. A ideia para fazer um bom jogo era simples: pegar tudo que o primeiro fez certo e melhorar, corrigindo também os defeitos. “TURBINANDO” O QUE JÁ ERA ÓTIMO! https://www.youtube.com/watch?v=aPvcSyD4MSk Se no primeiro Shining Force a história foi criticada por ter pouco desenvolvimento, neste a equipe tratou de caprichar mais, mesmo mantendo a premissa básica e clichê de “precisamos salvar a princesa derrotando um vilão malvado que…

Shining Force: O “jogo velho” cheio de carisma

Após o sucesso de Shining in the Darkness, a SEGA deu a missão para os estúdios Sonic Company em parceria com a Climax Entertainment para produzirem mais um episódio da saga Shining. O primeiro game teve  investimento pequeno da SEGA, mas rendeu sucesso de público e crítica e os desenvolvedores acreditaram que dessa vez o orçamento seria maior, algo que não ocorreu. A ideia da empresa era repetir o sucesso fazendo o mesmo investimento. Mesmo com pouco dinheiro, a equipe se esforçou em levar um produto inovador e diferente dos RPGs da época. Já exploramos com mais detalhes os bastidores em um artigo próprio, mas vale lembrar que o produtor Shugo Takahashi dizia que a maioria dos games deste gênero focam em contar uma história interessante, com gameplay e batalhas em segundo lugar. A ideia de Shining Force é inverter essa lógica. Fazendo “milagres” com poucos recursos Diferente de In…

“Crusader of Centy” – O RPG de ação para Mega Drive que “transpira” criatividade

Há vários jogos de RPG de ação para o Mega Drive, mas sem dúvidas, três são considerados a “tríade clássica” : “Beyond Oasis”, um dos mais bonitos do Mega e já tem análise aqui no blog; “Landstalker”, que se destaca pela visão isométrica e jogabilidade fluida deixando todo mundo “de queixo caído”; e, sem dúvidas, o  nosso escolhido de hoje: “Crusader of Centy”, game desenvolvido pela NexTech. CRIATIVIDADE E VARIEDADE SÃO PALAVRAS DE ORDEM! https://youtu.be/H17R_eFTCKQ Provavelmente, o ponto que mais se destaca em “Crusader of Centy” é a jogabilidade: você deve absorver poderes de diferentes tipos de animais para solucionar qualquer problema que venha a surgir, seja um enigma, um obstáculo, derrota de inimigos ou chefes. O pinguim dará poderes de gelo, leão dará poderes de fogo e assim vale para outros animais como cachorro, cheeath, dinossauro, pássaro, guaxinim etc. São treze no total, só que é possível combinar dois ao mesmo…