Tag

JRPG

Browsing

Mais de 50 games de RPG do Mega Drive! Conhece todos eles?

Todo mundo sabe que o Mega Drive é um console que não tem muitos jogos de RPG, certo? Errado! O videogame da SEGA tem um número considerável de jogos deste gênero: são mais de 50 títulos que variam entre os RPGs clássicos com batalhas em turno, RPGs de ação, simuladores com elementos de RPG e por aí vai. Neste artigo, vamos trabalhar com os games oficiais e licenciados pela SEGA. Tanto os que ficaram exclusivos no Japão, quanto os que são exclusividade nossa. No entanto, talvez valha a pena abrir uma exceção para um jogo não licenciado… 1989 Phantasy Star II https://youtu.be/8ChihTK0tr8 Curiosamente, esta lista de jogos de RPGs para o Mega começa com um dos títulos mais lembrados para o console: Phantasy Star II. Já fizemos uma análise bem detalhada dele por aqui. Assim como o primeiro no Master System priorizava colocar o sistema “em seu limite”, este seguiu…

Phantasy Star IV – O “ponto final” no sistema solar de Algol!

Após a recepção mista para negativa de Phantasy Star III, a SEGA decidiu que o próximo título seria uma redenção. Por mais que ele não seja tão inovador quanto o primeiro ou o segundo, o quarto episódio é facilmente considerado pela maioria dos fãs como o melhor da série, justamente por pegar todos os pontos positivos dos dois primeiros e potencializá-los ao máximo. Foi lançado em 1993 no Japão com o nome de Phantasy Star: The End of the Millenium, sem o sufixo “IV”, e em 1995 na Europa e Estados Unidos. Aqui no Brasil, foi o único game da era clássica de P.S a não ter uma tradução oficial “pelas mãos” da Tectoy. Inicialmente para Sega CD  A ideia original era que o jogo se chamasse “Phantasy Star IV: The Return of Alis”, indicando que a personagem Alis Landale do primeiro Phantasy Star retornaria. Segundo poucas informações divulgadas, ele…

Phantasy Star II – Talvez, o RPG mais hardcore de todos os tempos!

Após o sucesso da postagem do Phantasy Star I para Master System, nós da equipe Tectoy resolvemos trazer uma série falando um pouco sobre os games clássicos de RPG. E nada mais justo que seguir a ordem cronológica, e continuar com o Phantasy Star II, que originalmente foi lançado em 1989, e também teve uma tradução em português feita pela Tectoy em 1996. Assim como o primeiro usava um cartucho de 4 megabits no Master, sua sequência também era “ambiciosa” para os padrões da época, e foi pioneiro em utilizar um cartucho de 6 megabits. Com isso, era possível colocar gráficos e músicas mais sofisticados que os jogos demais, e com isso transmitir uma experiência imersiva. A equipe de produção era praticamente a mesma, incluindo a programação de Yuji Naka, que futuramente seria conhecido como o pai do Sonic, Naoto Ohshima para as artes, que também ficaria eternizado por ter…