Tag

Sega

Browsing

Beyond Oasis – O RPG de ação exclusivo para Mega Drive que fez a concorrência chorar!

Lançado em 1994, “Beyond Oasis” (também conhecido no Japão como The Story of Thor) não é apenas um RPG, mas também um jogo que mistura ação com uma pitada de pancadaria ao estilo “Streets of Rage”, resultando em um título incrível que exala criatividade e diversão por todos os seus poros. O jogo teve produção da empresa de Yuzo Koshiro (isso mesmo, o lendário compositor que fez as trilhas sonoras de Streets of Rage e The Revenge of the Shinobi), a Ancient, com supervisão da Sega. A irmã de Yuzo, Ayano Koshiro, foi a responsável pelo design dos personagens, então agradeçam à moça pelo excelente trabalho. O jogador assume o comando do jovem aventureiro chamado Príncipe Ali, que explora uma ilha e encontra um artefato mágico chamado Gold Armlet (Bracelete Dourado). Um espírito então aparece diante de Ali e diz: “Muitos anos atrás, uma batalha devastadora ocorreu nas terras do…

Virtua Racing – Revolucionando as pistas de corrida!

Lançado em 1992 e com a assinatura do mestre Yu Suzuki (lendário game designer criador de títulos como OutRun, Virtua Fighter e Shenmue, só para citar alguns), o arcade de “Virtua Racing” foi um dos primeiros games da história a reproduzir, de forma bastante competente e revolucionária, gráficos poligonais sofisticados de objetos e ambientes, além de ser um dos títulos mais influentes de todos os tempos e um dos primeiros a usar monitores widescreen. Devido à complexidade do jogo original de 32 Bits, uma versão doméstica parecia inviável, até que em 1994 a Sega lançou uma conversão para o Mega Drive com um processador auxiliar chamado Sega Virtua Processor (SVP), semelhante ao que a Nintendo havia feito com o jogo “Star Fox” um ano antes. E não foi uma conversão qualquer não, a versão caseira apresenta um padrão de qualidade inquestionável, que fazia a maioria das pessoas dizerem “uau, eu…

Wolverine: Adamantium Rage – Toda a Fúria do Mutante no Mega Drive!

“Logan”, o aguardado terceiro filme solo de Wolverine, já estreou nos cinemas brasileiros, e para comemorar o lançamento do filme resolvemos relembrar de um jogo estrelado pelo mutante no Mega Drive: “Wolverine: Adamantium Rage”. Lançado em 1994, o jogo foi desenvolvido pela Teeny Weeny Games e publicado pela Acclaim no 16 Bits da Sega – também teve uma versão no Super Nintendo lançado pela Bits Studios e LJN, respectivamente. A aventura começa quando Logan recebe uma misteriosa mensagem que o leva a caçar informações sobre seu passado obscuro. Sua busca começa nas Montanhas Rochosas onde se encontra o laboratório secreto da Arma X, um verdadeiro labirinto de plataformas e elevadores. Wolverine terá que usar todas as suas habilidades para encontrar algumas respostas e enfrentar inimigos conhecidos dos quadrinhos como Albert (uma versão robótica dele), o vampiro Bloodscream, Lady Letal, Dentes de Sabre, Cyber entre outros. São sete estágios de puro…

As múltiplas faces do Mega Drive – Aiwa Mega-CD

Temos mais uma curiosidade para mostrar a todos vocês que nos acompanham neste blog. Vocês sabiam que a SEGA, em união com a Aiwa, veio a trazer somente para o Japão um micro system onde o jogador poderia rodar tanto jogos do Mega Drive quanto do Mega-CD e este produto tem um nome. Aiwa Mega-CD! Então venha conhecer um pouco mais acerca desta forma interessante que o Mega tomou para si lá no Japão. É um player de música? É um videogame? Decide aí! Muitas empresas ao longo do tempo de vida de um produto, principalmente quando este é um console, tentam de todas as formas possíveis trazer uma sobrevida para o mesmo. Assim começam parcerias com as mais diversas produtoras de eletro-eletrônicos para que seja possível criar produtos que possam unir os seus videogames com as marcas parcerias. Aiwa, JVC, Samsung foram apenas algumas destas empresas que se associaram…

Encare uma aventura submarina épica e inovadora no Mega Drive!

Durante a guerra dos 16 Bits, o Mega Drive se destacou ao apresentar games inovadores e diferentões em relação à concorrência. Títulos como “ToeJam & Earl”, “Comix Zone” e “Road Rash” exemplificam bem esse diferencial do console, assim como o jogo que temos em pauta hoje: “Ecco The Dolphin”. Em 1992 a Sega lançava um dos games mais criativos e inovadores da época, onde o jogador controla um simpático golfinho em uma incrível e épica jornada pelo passado, futuro, mares congelados do Ártico, fabulosos oceanos e até mesmo em outro planeta! Originalmente desenvolvido pela game designer Ed Annunziata, de outros excelentes jogos como “Spider-Man” e “Chakan: The Forever Man”, em conjunto com a Novotrade International, assim que foi lançado se tornou um bestseller, graças à mistura dos gêneros de estratégia, aventura e um pouco de ação, resultando em um trabalho diferente de tudo já visto até então. Annunziata se inspirou…

Sparkster – As aventuras do simpático gambá continuam!

“Rocket Knight Adventures” é um dos melhores jogos de plataforma 2D da geração 16 Bits, vindo da explosão dos “jogos de mascotes e bichinhos fofos” que começou com o sucesso avassalador de “Sonic The Hedgehog”. Produzido pela Konami exclusivamente para o Mega Drive em 1993 (a primeira propriedade intelectual dela para a Sega), a produtora entregou um game com excelentes gráficos, trilha sonora, jogabilidade e um desafio sob medida. E tinha até uma história muito legal para um game desse gênero! E não demorou muito para que a sua sequência fosse lançada, e assim em 1994 chegava ao mercado “Sparkster: Rocket Knight Adventures 2”, em duas versões diferentes, uma para o Mega Drive e outra para o Super Nintendo. Lutando contra um exército de Lagartos Como já era tradição da Konami, ao lançar o mesmo game nas duas plataformas ela os fazia bem diferentes um do outro, aproveitando o hardware de cada…

As múltiplas faces do Mega Drive – Wondermega

Uma coisa é certa, não foi somente no Brasil que o Mega Drive ganhou vários designs, alguns deles feitos exclusivamente pela Tectoy. Lá fora, o nosso adorado sistema de 16 bits também ganhou caras e bocas feitas por empresas autorizadas pela SEGA, hoje iremos falar um pouco acerca de uma dela, no caso, o Wondermega criado pela JVC/Victor. O Wondermega é uma peça única da engenharia onde a Victor, subsidiária da JVC, veio a desenvolver o design do console em parceria com a SEGA. Com a evidente popularidade do MEGA CD no Japão, o mercado para se criar um console onde tanto a peça principal (Mega Drive) e o Addon poderiam estar juntos numa mesma case parecia bastante promissor e disto a versão da Victor veio a nascer. O console foi lançado inicialmente no Japão em 1992 ao preço de ¥82,800 (algo em torno de US$ 500,00 na época) e…

Mestre Ninja Supremo enfrenta sua derradeira aventura nos 16 bits!

A série Shinobi foi uma das mais importantes que carregaram a bandeira da Sega e do Mega Drive durante os anos 90, como já vimos aqui em nossas matérias sobre “The Revenge of Shinobi” e “Shadow Dancer”. Em 1993 chegava o terceiro capítulo da saga do ninja Joe Musashi, chamado “Shinobi III: Return of the Ninja Master” (ou The Super Shinobi II no Japão). O desenvolvimento do jogo sofreu vários problemas e atrasos, que só foram resolvidos com a chegada do diretor Tomoyuki Ito – veja mais detalhes da produção do game nesta entrevista com o game designer. Assim que foi lançado, “Shinobi III” logo agradou ao público e crítica e se tornou um dos maiores sucessos do Mega Drive. O jogo é tão divertido e tão cheio de qualidades, que muitos até consideram este o melhor título da série Shinobi. A boa fama do game é mais do que…

Zero the Kamikaze Squirrel: shurikens e pancadaria com um esquilo badass

A década de 90 foi marcada pela presença de diversos mascotes aventureiros e foi nesta onda que surgiu a franquia Aero The Acro-Bat. O sucesso foi tanto que o rival de Aero, Zero, ganhou o seu próprio game: uma aventura spin-off que ocorre entre o primeiro e segundo título da franquia principal. Zero the Kamikaze Squirrel, coloca Zero numa aventura de volta a sua terra natal. Após receber uma carta de sua ex-namorada, Ammy, Zero descobre que Jacques Le Sheets invadiu Stony Forest e está cortando as árvores locais com o objetivo de transforma-las em papel para imprimir dinheiro falso. A aventura começa quando Zero está chegando na ilha e seu avião é abatido. O protagonista se destaca com seu visual badass consagrado pelo cinema da época, com bandana, jaqueta aberta, calça jeans e botas. Em outras palavras, não temos um personagem “fofo” como em outros games, mas sim um…

Decap Attack – Use a Cabeça para vencer neste Jogo!

Lançado em 1991, “Decap Attack”, um dos 22 títulos presentes no novo Mega Drive da Tectoy, é um jogo curioso do estilo plataforma que na verdade é uma versão totalmente reformulada do título japonês “Magic Hat”, baseado no anime homônimo famoso no final dos anos 80 no Japão. Como a animação não era muito conhecida fora da Terra do Sol Nascente, a Sega/Vic Tokai resolveram mudar completamente o game, e assim nasceu “Decap Attack”, que trocou o universo fofo de fantasia com estilo árabe de “Magical Hat” por uma carismática temática de terror para adolescentes. Apesar do completa mudança no visual e trilha sonora, os dois jogos possuem uma jogabilidade de cerca de 80% idêntica, com algumas mudanças nos designs dos cenários.    comparações entre Decap Attack e Magic Hat O bizarro protagonista é Chuck D. Head, uma múmia sem cabeça (mas com olhos na barriga) criada pelo cientista Dr.…

Arrow Flash – Viaje pelo espaço com um Robô Gigante pronto para detonar!

“Arrow Flash” é um dos 22 jogos que virão incluídos no novo Mega Drive da Tectoy. Produzido pela Sega, o título foi lançado originalmente em 1990 apresentando o estilo shmup, ou como ficou aqui conhecido por nós, os clássicos “jogos de navinha”. O nosso Megão era a casa perfeita para o gênero, que recebeu inúmeros títulos, inclusive você pode conferir aqui a nossa lista de Top 5 Jogos Shmup Imperdíveis do console! “Arrow Flash” pode ser considerado uma sequência espiritual dos jogos “Orguss” e “Astro Flash” (Nuclear Creature no Brasil), lançado para o SG-1000 (o primeiro videogame da Sega) e Master System respectivamente. Estamos na metade do século XXX, quando uma terrível frota alienígena intergaláctica está conquistando a galáxia e finalmente se aproxima do planeta Terra. Felizmente o cientista Zerrek Keene desenvolve o protótipo de uma poderosa nave capaz de se transformar em um robô/mecha gigante. Antes de morrer ele…

Shadow Dancer – Shurikens, Ninjas Assassinos e um Cachorro como parceiro!

Como já vimos por aqui, a saga do ninja Joe Musashi começou em 1987 nos arcades, ganhando uma aclamada sequência no Mega Drive chamada “The Revenge of Shinobi”. Quase ao mesmo tempo que Revenge chegava ao Megão, em 1989, a Sega também lançou um novo game do ninja nos arcades, chamado “Shadow Dancer”, com um um estilo e mecânicas bem diferentes, mas ainda assim semelhante ao jogo original de 87. Além dos gráficos e visuais melhorados, a nova aventura trazia uma novidade bastante significativa: o ninja tinha a companhia de um cachorro para ajudá-lo nas matanças! E acredite, a única coisa mais legal de se controlar um ninja em um game, é controlar um ninja E um cão assassino sob seus comandos! Shadow Dancer no arcade O game apresenta quatro estágios, divididos em quatro capítulos (o último era sempre o chefão), e tem uma dificuldade acima da média. Curiosamente, não…

Streets of Rage 2 – Uma surra na trilha sonora num dos clássicos de pancadaria do Mega!

Aproveitando o sucesso que os jogos de pancadaria faziam nos fliperamas no final da década de 80 e a versão bem “meia – boca” que o rival Super Nintendo ganhou do clássico “Final Fight”, a Sega apresentou aos seus fãs o seu próprio beat’m up no final de 1991: “Streets of Rage” – saiba mais dessa história clicando aqui. É claro que o grande sucesso que o game gerou deixou os fãs sedentos por mais aventuras nas “Ruas da Fúria”, o que felizmente não demorou a acontecer. O diretor do primeiro game, Noriyoshi Ohba – leia entrevista com ele -, foi chamado de volta para comandar a sequência, que também contava com o nome do compositor Yuzo Koshiro, que já estava famoso pelos seus trabalhos excepcionais em “Streets of Rage” e “The Revenge of Shinobi”. Na época “Street Fighter II” já fazia um enorme sucesso e podemos perceber algumas influências…

Sega disponibiliza várias trilhas sonoras de games clássicos no Spotify

Tão bom quanto jogar os games da Sega é ouvir as suas maravilhosas trilhas sonoras, e a empresa sabe bem disso já que nos últimos dias disponibilizou em sua conta na rede Spotify vários álbuns que incluem “Fantasy Zone”, “NiGHTS”, “OutRun”, “Virtua Fighter”, entre outros. Vale a pena dar uma fuçada no Playlist musical da Sega, que além dos recentes lançamentos, conta com inúmeros outros álbuns de games clássicos como “Galaxy Force”, “Thunder Blade”, “Golden Axe”, “Alex Kidd”, “Space Harrier”, “Jet Set Radio”, e claro, várias trilhas sonoras da franquia Sonic! Para ouvir basta procurar o canal da empresa no programa/aplicativo do Spotify, ou através da web mesmo – clique aqui.