Tag

Slider

Browsing

Yuzo Koshiro, e outros nomes, são confirmados na trilha sonora de Streets of Rage 4

A Dotemu, Lizardcube e Guard Crush Games anunciaram nesta quarta-feira (17) que Yuzo Koshiro e Motohiro Kawashima, compositores originais da série Streets of Rage no Mega Drive, vão trabalhar com um grupo de músicos para a trilha sonora de Streets of Rage 4. Confira o nome dos participantes abaixo: Yuzo Koshiro (Streets of Rage 1, 2, 3, The Revenge Shinobi, Shenmue I & II) Motohiro Kawashima (Streets of Rage 2, 3, Shinobi II, Batman Returns) Yoko Shimomura (Street Fighter II: The World Warrior, Kingdom Hearts I, II, III, Legend of Mana, Parasite Eve) Hideki Naganuma (Jet Set Radio & Future, Super Monkey Ball, Sega Rally 2) Keiji Yamagishi (Ninja Gaiden, Tecmo Bowl) Anunciado no ano passado, o nome do lendário Yuzo Koshiro ainda era um mistério na trilha sonora de Streets of Rage 4, mas agora os fãs podem respirar mais tranquilos. O vídeo de apresentação já dá uma ideia…

Turma da Mônica na Terra dos Monstros: o clássico RPG localizado pela Tectoy

Com o filme live-action Turma da Mônica: Laços estrelando nos cinemas, nada melhor do que relembrar este grande clássico dos videogames nacionais! Estrelando dois jogos no Master System, Mônica e seus amigos também apareceram em uma aventura para o Mega Drive em 1994, com o jogo “Turma da Mônica na Terra dos Monstros”. O game é uma localização feita pela Tectoy baseada em “Wonder Boy in Monster World” da Westone lançado originalmente em 1991 – ele é o quinto jogo da franquia “Wonder Boy”. A história mostra Mônica visitando o País da Fantasia, mas ao chegar lá descobre que o reino foi invadido por um exército de monstros e agora ela a única capaz de derrotá-los. Seus amiguinhos também precisam de ajuda: Cebolinha está escondido na Vila Feliz; Magali é uma princesa que está presa em seu próprio castelo; Anjinho vive no reino das nuvens; Cascão está perdido e o cachorrinho…

O inverno chegou! Espante o frio com os moletons oficiais da Sega e Sonic

O inverno chegou e a temperatura caiu em boa parte do Brasil, mas que tal se proteger do frio, e ao mesmo tempo ficar descolado, com um moletom da nossa loja oficial da Sega? Os moletons contam com qualidade premium, design exclusivo e detalhes que remetem aos consoles e personagens da Sega, todas as peças são feitas em 100% algodão, contam com tags de produto oficial e da marca na barra, etiqueta da gola impressa e estampas com alta definição. Estão disponíveis nos tamanhos P, M, G e GG . Confira abaixo alguns dos moletons disponíveis, e para mais detalhes dos produtos (e ver outras opções), acesse o site oficial. Moletom Capuz Sonic Face Preto Moletom Raglan Sega Mega Drive Cinza/Preto Moletom Raglan Sonic Pose Cinza/Azul Moletom Raglan Tails Pose Cinza/Preto Moletom Sega Master System Preto Moletom Sonic Mosaico Preto

Genesis Does What Nintendon’t – Criando uma campanha publicitária genial!

Como a maioria dos fãs deve se lembrar, a indústria de videogames nos anos 90 foi marcada pela guerra travada entre Sega e Nintendo e seus respectivos consoles 16 Bits. No final das contas, o grande vencedor foi o consumidor, que ganhava jogos cada vez melhores e com preços mais acessíveis. A Nintendo dominou o mercado mundial de 8 Bits, mas a Sega chegou decidida a emplacar o Mega Drive no mercado, algo que conseguiu com sucesso no Estados Unidos – o maior mercado de games da época, junto com o Japão. Mas tal empreitada não foi fácil para o Sega Genesis (como era conhecido o Mega Drive nos EUA), e para isso a Sega of America (SoA) teve que mudar totalmente suas campanhas de Marketing e Publicidade, antes usadas para o Master System, para conquistar o público norte-americano. Michael Katz era o CEO da SoA quando o Genesis foi…

The Revenge of Shinobi – As Artes Ninjas na Tela do Mega Drive!

Para mostrar o poder de fogo do Mega Drive, a Sega lançou em 1989 “The Revenge of Shinobi” (conhecido como Super Shinobi no Japão – saiba mais), uma sequência de “Shinobi”, lançado em 1987 e que era bastante popular nas casas de fliperamas ao apresentar um ninja no mundo moderno – recebeu uma versão para Master System em 1988. Embora apresentasse o mesmo tema da versão arcade, o design e sistema de jogo foram completamente alterados para destacar os atributos do Mega Drive, o que fez o game ser tão bem sucedido e popular no mercado, lembrado com carinho pelos fãs até os dias de hoje. A história se passa três anos depois do game original, com a organização criminosa Zeed reformulando-se e passando a se chamar “Neo Zeed”. Decidida a se vingar do clã Oboro do ninja Joe Musashi, que frustrou seus planos no passado, essa nova organização mata…

Ocidente vs Oriente: A Confusão de Capas e Nomes!

Hoje em dia, graças ao avanço tecnológico e à globalização, os mais variados produtos seguem uma padronização massificada nos diferentes mercados mundiais, o que claro inclui os jogos de videogames. Um mesmo jogo, por exemplo, pode ser lançado em diferentes países de forma simultânea, ou com poucos dias de diferença, alterando-se apenas a sua localização para o idioma desejado – em alguns casos, o próprio jogo já oferece várias opções de idiomas. Mas lá nos “jurássicos” anos 80/90 as coisas eram bem diferentes. Cada mercado tinha grandes diferenças e variações culturais entre si, sem as opções da “informação instantânea” que a internet nos proporciona hoje. Naquela época o Japão era o principal fornecedor de games, sendo que muitos desses títulos tinham várias referências à cultura oriental, que não era muito difundida no ocidente. Além de levar meses para chegar ao outro lado do mundo, vários jogos sofriam “adaptações” para o público…

Thunder Force IV – Batalhas espaciais com trilha sonora épica!

Vários jogos marcaram o Mega Drive ao longo de sua vida, mas um gênero que sempre atraiu a atenção dos fãs é o shoot’em up, também conhecido carinhosamente pelos brasileiros como jogos de “navinha”, que faziam bonito no console de 16 Bits da Sega, especialmente pelo seu rápido processador que permitia ação veloz e muitos inimigos na tela – elementos essenciais em um bom jogo de “navinha”. Desde o lançamento de “Thunder Force II” (um dos primeiros games do gênero a aparecer no console) o Mega Drive foi uma das melhores casas para esse tipo de jogo com inúmeros títulos inesquecíveis, sendo um deles “Thunder Force IV” (também conhecido como Lightening Force: Quest for the Darkstar), lançado em 27 de julho de 1992. Apesar de meio esquecida atualmente, a série “Thunder Force” fez história nos anos 80 e 90, marcando toda uma geração de gamers. Produzida pela saudosa Technosoft, o…

Alien Storm – Seja um caçador de aliens e salve o mundo da destruição!

Lançado originalmente pela Sega nos arcades em 1990, “Alien Storm” também recebeu versões para o Master System e Mega Drive, oferecendo mais uma opção de “jogue um fliperama no conforto de casa”. Aproveitando a onda de sucessos de jogos beat’em up como “Golden Axe” da própria Sega, a empresa resolveu investir em uma tema scifi desta vez: invasores alienígenas invadiram a Terra, espalhando o caos e o terror por ondem passam. A única coisa que está entre eles e a dominação total do planeta é o grupo de forças especiais conhecido como “Alien Busters” (Caçadores de Aliens), composto por Karen, especialista em armas de fogo; Garth, encarregado de utilizar eletricidade para exterminar os aliens e Scooter, o robô criado para ajudá-los nesta missão. Apesar de possuir a mesma mecânica e os três heróis do arcade, a versão de Mega Drive possui cenários diferentes que o quase o tornam um novo…

Sonic the Hedgehog – Nasce um ícone no mundo dos games!

No início da década de 1990, a Sega procurava um personagem que pudesse simbolizar e traduzir bem seu perfil como uma companhia de games (uma das maiores da época, diga-se de passagem), assim como pudesse representar o Mega Drive, que já estava no mercado e fazia grande sucesso especialmente nos EUA (como o Genesis). E assim, com toda essa pressão, nasceu “Sonic The Hedgehog”, que tomava para si esta difícil tarefa. O ouriço esteve mesmo disputando com o Mario da Nintendo pelo título de “melhor mascote” pelos saudosos anos das décadas passadas, em uma concorrência que gerava um show de criatividade e inventividade que marcaria época. Antes de a empresa tornar-se softhouse dedicada à produção de jogos, Sonic era franquia exclusiva para aparelhos fabricados pela Sega. Não se sabe se é por isso, mas os jogos do Sonic naquela época tinham um ar muito mais exclusivo e especial. E foi justamente…

ESWAT – Patrulhe as ruas de Liberty como um poderoso policial cibernético!

Aproveitando o grande sucesso que o primeiro filme do Robocop, lançado em 1987, fazia na época, a Sega resolveu lançar a sua própria versão de um “policial-robô” e assim nascia nos arcades em 1989 “Cyber Police ESWAT”. Em 1990 a empresa lançou uma versão do game para o Mega Drive, e para tal o reformulou totalmente, mudando cenários, designs artísticos e trilha sonora. O resultado final é um jogo totalmente diferente – melhor e mais interessante do que o original, adotando um design mais sombrio e futurístico do que o colorido e contemporâneo do arcade. Enquanto no Japão ele manteve o mesmo nome, no ocidente sofreu uma pequena mudança para “ESWAT: City Under Siege”. ESWAT no arcade O jogador controla um policial de elite da tropa ESWAT (acrônimo em inglês para Enhanced Special Weapons and Tactics) na fictícia cidade de Liberty City, onde uma organização criminosa conhecida como E.Y.E está espalhando…