Na última quinta-feira, dia 4 de maio, a Tectoy realizou um evento em São Paulo para comemorar os 30 anos da empresa e também celebrar sua parceria com a Sega. Entre as ilustres presenças estavam o CEO da Tectoy, Tomás Diettrich, o sócio fundador e atual presidente do conselho de administração da empresa, Stefano Arnhold, o vice-presidente executivo da Sega Sammy Holdings, Tsurumi Naoya, além de outras personalidades.

Durante o bate-papo mediado pelo apresentador Luciano Amaral, foi contado um pouco sobre a relação entre a Sega e a Tectoy, que já dura três décadas. Tsurumi Naoya comentou a respeito da fundação da Sega of America e da confiança que ela tinha com a Tectoy, estando muito feliz com a celebração do 30º aniversário desta parceria e também com o lançamento do novo Mega Drive.

Stefano Arnhold contou uma curiosidade interessante, na qual explicou o motivo que levou a Tectoy a preferir uma associação com a Sega ao invés da Nintendo, que dominava o mercado mundial com seu console de 8-bits.

StefanoStefano Arnhold (centro), sócio fundador e
atual presidente do conselho de administração da Tectoy

“Na verdade foi uma escolha muito fácil, por dois motivos,” disse Stefano. “Primeiro que a Sega não era só videogames, tinha brinquedos também, e um dos objetivos de criação da Tectoy foi explorar um nicho, um segmento de brinquedos eletrônicos. Segundo, que na época do 8-bits a Nintendo tinha um nível de penetração de mercado muito superior ao da Sega, mas o produto da Sega era muito melhor. Então a gente apostou no Master System como sendo um produto muito melhor e nós não tivemos dúvida nenhuma que nosso parceiro seria a Sega e não a Nintendo.”

Também foi dito por Stefano como foi o processo para convencer a Sega em virar parceira da Tectoy, para que a empresa brasileira pudesse representar a marca de seus produtos em praticamente a América Latina inteira.

“Na parte de brinquedos foi bastante fácil, então a gente começou produzindo aquela pistola Zillion e esse foi um processo que foi bastante tranquilo, embora, naquela época, nós éramos obrigados a fazer o produto integralmente no polo industrial de Manaus,” informou Stefano. “Tínhamos de trazer todos os moldes para cá, era uma coisa que os japoneses ficaram um pouquinho ressabiados, mas no fim eles entenderam. O que aconteceu foi o seguinte, nós vendemos muito mais Zillion aqui do que eles no Japão.”

SonicSonic marcou presença no evento

Para quem não se lembra ou não sabe, a pistola Zillion era baseada em um anime (desenho japonês), o qual foi transmitido no Brasil através da TV Globo de maneira esporádica e, em seguida, na TV Gazeta, onde ocupou um horário nobre, sendo transmitido diariamente às 20h30 para as residências de São Paulo. O fato desse anime estar em um horário privilegiado, no qual muitas pessoas assistem televisão, fez a Tectoy “se credenciar a pleitear o Master System,” de acordo com palavras do próprio Stefano.

Infelizmente a Sega estava com um pé atrás por causa da péssima experiência que havia tido nos Estados Unidos com a fabricante de brinquedos Tonka, lhes dando a entender que uma empresa de brinquedos não era capaz de distribuir videogames. O diretor da área internacional da Sega, o Sr. Yagi, já falecido, queria fechar a parceria com a Tectoy, mas foi muito pressionado para não fazer isso, até que “os nossos amigos da Gradiente” foram até lá e “fizeram a Sega balançar” com uma apresentação excepcional.

Stefano também relembrou o ótimo desempenho da Tectoy no mercado brasileiro de videogames 8-bits, algo fundamental para ganhar o respeito e admiração da Sega do Japão.

“Nós realmente demos uma surra na Nintendo, razoável. Nós tínhamos aqui entre 80-85% do mercado de 8-bits e a Sega não tinha isso em nenhum outro lugar do mundo. Isso nos credenciou a poder propor muitas coisas.”

Tsurumi NaoyaTsurumi Naoya (direita), vice-presidente executivo da Sega,
recebendo a primeira unidade do novo Mega Drive

Falando do Mega Drive, Stefano disse que a Tectoy resolveu relançá-lo justamente para comemorar os 30 anos que a empresa está fazendo ao lado da Sega. A decisão de trazer de volta este icônico videogame foi classificada como “uma notícia muito boa” por Tsurumi Naoya.

“Estamos felizes com a Tectoy por entregar e fazer o novo hardware e utilizar nossos conteúdos,” afirmou Naoya.

O desenvolvimento do novo Mega Drive foi bastante elogiado por Stefano. O console já está terminado e os consumidores que o adquiriram estarão recebendo o videogame, pela ordem dos pedidos, a partir do dia 9 de maio, terça-feira.

Novo Mega DriveO novo Mega Drive

Em comemoração ao lançamento do console, Stefano anunciou que a Tectoy relançará o cartucho do jogo “Turma da Mônica na Terra dos Monstros”, contendo uma capa com nova identidade visual, compatível tanto com o novo Mega quanto com os originais de antigamente. No momento ainda não é possível prometer a chegada de outros jogos, pois isso é algo que depende da aquisição das respectivas licenças para cada um deles.

No caso deste game em específico, isso não foi nada fácil. A Sega precisou atuar junto ao pessoal que cuida da série “Wonder Boy”, que serviu como base para criar o jogo da Mônica, de modo a obter autorização para que a Tectoy pudesse manufaturar novas unidades deste cartucho.

Turma da Mônica - Terra dos Monstros - Mega DriveAnúncio do retorno de “Turma da Mônica na Terra dos Monstros

“Estávamos quase jogando a toalha quando um diretor da Sega da América, na semana passada, contou pra gente que ele tinha conseguido fechar o contrato com a empresa detentora dos direitos do Wonder Boy,” disse Stefano. “E com a sempre cooperação do pessoal da Mônica, a gente pode anunciar então que o primeiro cartucho, vai ser o cartucho da Mônica.”

“Não vou prometer mais nenhum porque as dificuldades [em obter as licenças] são muito grandes,” continuou. “A gente tentou com o Ayrton Senna, o pessoal do Instituto Ayrton Senna foi super bacana, se colocou à disposição para a gente lançar o cartucho, mas os direitos dos circuitos, o próprio direito da palavra ‘Super Monaco’ pertencem a outras pessoas e são absolutamente impossíveis de serem licenciados para a gente.”

Turma da Mônica - Terra dos Monstros - Mega DriveMega Drive rodando protótipo do novo cartucho da Mônica

A escolha do cartucho da Mônica foi tomada por causa da ótima relação que a Tectoy possui com Maurício de Souza. O jogo estava no local para ser testado pelos convidados em um dos novos Mega Drives disponíveis para o público experimentar, que também aproveitaram para tirar muitas fotos do videogame e gravar vídeos dele funcionando.

Cartão SD do novo Mega Drive

Cartão SD com jogos que acompanham o novo Mega Drive

O evento foi um sucesso e a Tectoy agradece muito por todo o apoio dado pelos fãs e parceiros.

  • Jean Carlos

    Bom isso!

  • Gustavo

    A parceria mais épica do Brasil