Lançado em dezembro de 1994, o jogo do O Rei Leão veio na carona no sucesso avassalador de uma das melhores animações da história da Disney até hoje – o filme foi lançado originalmente em junho do mesmo ano.

As principais plataformas que receberam o game foram o Mega Drive (que chegou a ser vendido junto com o console por um tempo) e o Super Nintendo, que na época estavam em uma disputa acirrada pela dominação do mercado de 16 Bits. Mas o game também recebeu versões para outras plataformas como o NES, Game Boy, PC, Amiga, Master System e Game Gear (com uma versão tão boa quanto aos dos 16 Bits!).

A versão do Mega Drive contou com produção da Westwood Studios (da franquia Command & Conquer), Disney Software e da Virgin Games, o que garantiu um altíssimo nível de qualidade para o game.

Assim como já havia feito com a Sega em “Aladdin” (a versão do SNES ficou ao encargo da Capcom, e por isso ficou com um resultado inferior), a Disney ajudou na produção, desenvolvendo as animações e cenários de fundo, assim como a trilha sonora, toda baseada nos temas do próprio filme.

Um game digno do Rei das Selvas

O jogo possui no total 10 fases, sendo seis com o Simba filhote e quatro com ele adulto, com cenários inspirados e muito semelhantes ao material original do filme, apresentando uma das melhores ambientações game/filme já vistas.

O design artístico é belíssimo, assim como as animações, graciosas e cheias de vida, como os desenhos da Disney. Certamente os games de “O Rei Leão” e “Aladdin” estão entre os títulos que possuem as mais belas animações da geração 16 Bits.

Assim como no desenho, somos apresentados a um jovem Simba e essa primeira parte do game pode se mostrar bem desafiadora, já que o leãozinho não tem muitas opções de ataque a não ser pular em cima dos inimigos e um miadinho mequetrefe.

Lá pela metade do game começamos a jogar com um Simba adulto, que agora possui um rugido mais poderoso e útil, além de poder usar suas garras para estraçalhar a bicharada que vier pela frente, o que torna as coisas um pouco mais fáceis – mas só um pouco. Os controles são simples: pulo, rugido e garras.

Como um bom jogo de plataforma 2D, ele oferece cenários com ação na horizontal e na vertical, com inimigos posicionados em lugares estratégicos, especialmente para dificultar sua jornada.

Há muito o uso de plataformas, Simba vai precisar o tempo todo pular em lugares minúsculos, se agarrar em bordas, escalar superfícies e assim por diante. O jogo não chega a ser extremamente difícil, mas as primeiras partidas podem parecer bem penosas.

Por fim, a trilha e efeitos sonoros estão espetaculares, tudo vindo diretamente do desenho animado, com direito a algumas vozes digitalizadas entre as fases.

Hakuna Matata!

The Lion King” para Mega Drive é um excelente game de plataforma 2D com o selo de qualidade Disney estampado nele – sem dúvida um dos melhores da geração 16 Bits. Excelentes gráficos e animações, trilha sonora do filme e uma jogabilidade desafiadora fazem dele um título que todo true gamer devia conhecer, mais do que recomendado!