O Master System  foi, e ainda é, um dos videogames mais populares do Brasil, gracas à parceria entre a Sega e Tectoy, que resultou em vários games lançados para os fãs brasileiros do aparelho, muitos deles exclusivos da Tectoy para o mercado nacional!

Nesta primeira parte você confere cinco títulos que só os gamers brasileiros conhecem! Em breve postaremos mais, por isso fiquem atentos aqui no Blog Tectoy!

Mônica no Castelo do Dragão

A parceria entre a Tectoy e os Estúdios Maurício de Souza se iniciou com o grande sucesso da Estrelinha Mágica, o que abriu as portas para a produção de um jogo estrelando uma certa baixinha e dentucinha bem conhecida dos quadrinhos pelo público brasileiro: Mônica.

A ideia de se fazer o jogo partiu da própria Tectoy, que levou a proposta para o Maurício de Souza que aceitou de imediato. O projeto era simples, ao invés de criar um título do zero, o que ia demandar mais tempo e trabalho, a empresa escolheu o jogo “Wonder Boy in Monster Land” (lançado em 1987) e reprogramou alguns visuais e textos, autorizada pela Sega, e assim nasceu “Mônica no Castelo do Dragão”, lançado para o Master System em 1991.

Turma da Mônica em: O Resgate

O sucesso de “Mônica no Castelo do Dragão” foi extraordinário, mas infelizmente os fãs sentiam falta de uma coisa: a participação do resto da turminha! Assim para a sequência a Tectoy teve como objetivo colocar mais personagens dentro do jogo, resultando em “Turma da Mônica em: O Resgate”, lançado em 1993.

Desta vez usando como base o jogo “Wonder Boy III: The Dragon’s Trap” (de 1989), Mônica é sequestrada pela Capitão Feio e os seus amigos se alternam na missão de resgatá-la (daí o título).

Estão presentes como personagens jogáveis Chico Bento, Bidu, Cebolinha, Magali e Anjinho, cada um com suas habilidades, características e equipamentos. O Cascão aparece como vendedor nas lojas espalhadas pelo jogo e o Franjinha como médico nas salas de saúde, onde é possível recuperar energia.

Chapolim x Drácula: Um Duelo Assustador

Chaves e Chapolin Colorado são dois personagens criados pelo mexicano Roberto Gómez Bolaños (falecido em 2014), e super amados no Brasil desde sua estreia nos anos 80, fazendo deles duas escolhas perfeitas para um jogo nacional.

A Tectoy escolheu o super-herói avermelhado (baseado em uma espécie de gafanhoto vermelho encontrado no México, conhecido como chapulín) para estrelar o jogo “Chapolim x Drácula: Um Duelo Assustador”, lançado em 1993.

Assim como os anteriores, o jogo é uma reprogramação gráfica e textual do jogo original “Ghost House”, lançado originalmente em formato de cartão para o Master System em 1986 – e posteriormente em formato cartucho, inclusive aqui no Brasil pela Tectoy.

O game é desafiador, e para vencer você vai precisar de toda a sua astúcia, ter seus movimentos friamente calculados e não deixar que os inimigos se aproveitem de sua nobreza!

Geraldinho 

Geraldinho, personagem de tirinhas criado em 1985 pelo cartunista brasileiro Glauco Villas Boas, é uma versão infantil do famoso Geraldão (ambos publicados na jornal Folha de S.Paulo), criado pelo autor em 1981 e mostrando um solteirão de 30 anos que mora com a mãe – com quem tem uma relação neurótica – “virjão” e que bebe, fuma muito, vive atacando a geladeira e toma todos os remédios que vê pela frente.

Já Geraldinho é um garoto maluco por refrigerante, televisão e sorvete que vive com seus amigos inseparáveis – o cachorro Cachorrão e o gato Tufinho – e que ganhou o seu próprio jogo em 1995 – em uma adaptação do título “Teddy Boy” (1985).

Assuma o controle de Geraldinho e ajude o moleque travesso a combater os monstros com a sua pistola de raios!

Sapo Xulé Vs Os Invasores do Brejo

Sapo Xulé é um personagem criado pelo ilustrador Paulo José, inspirado na cantiga infantil “O sapo não lava o pé”. Um sapo que não tira o tênis por nada e que, por isso, tem chulé. Nosso amiguinho é um sapo boa vida, que ama seu tênis, adora treinar Kung Fu e pular na lagoa.

Em 1995 estrelou o game “Sapo Xulé Vs Os Invasores do Brejo”, uma reprogramação do jogo “Psycho Fox”, lançado em 1989 no Master System.

O objetivo do Sapo Xulé é salvar a lagoa do tirano Sapo Boi e seu exército de girinos, moscas gigantes e outros monstros, que além de escravizar seus habitantes, também raptou Rãzinha, namorada do nosso herói.

Para salvar sua amada e deter o tirano cruel, o Sapo Xulé pediu a ajuda de PORCOPUM, RATOPULGA e TARTAFEDE, amigos inseparáveis que possuem fantásticas habilidades – e acessados através de uma poção mágica. Nesta batalha, ele conta ainda com uma incrível arma, o tênis-bumerangue, capaz de derrubar qualquer inimigo com seu chulé.

Tape o nariz e ajude o nosso amigo fedorento nessa aventura.

  • Akise Aru

    em uma adaptação do jogo japonês “Teddy Boy” (1985).

    É Teddy Boy Blues.

  • Jorge Washington

    nunca zerei monica castelo do dragão.