Categoria

Games

Categoria

Batman: The Video Game – O Cavaleiro das Trevas em ação no Mega Drive!

Não importa qual geração seja, o Cavaleiro das Trevas da DC Comics sempre marca presença com bons games, e assim ele o fez na época dos 16 bits no Mega Drive. Pegando carona no lançamento do filme Batman de Tim Burton nos cinemas em 1989, a Sunsoft lançou o ótimo Batman: The Video Game no Nintendinho 8 bits, e resolveu fazer uma versão para o console da Sega. Curiosamente, a versão do Megão chegou ao mercado apenas em 1991, dois anos após o lançamento do filme, devido à uma enrolação da justiça em liberar as desenvolvedoras de lançarem seus games que não fossem da plataforma Nintendo (a empresa na época exigia que os estúdios assinassem contratos de exclusividade), o que acabou prejudicando um pouco a sua popularidade na comunidade. Também produzido pela Sunsoft, ele é bem similar ao jogo do concorrente, porém com gráficos mais bonitos, uma trilha sonora fantástica…

Phantasy Star II – Talvez, o RPG mais hardcore de todos os tempos!

Phantasy Star I para Master System, foi um grande sucesso, um dos grandes clássicos de RPG. Então chegou a hora de falar do Phantasy Star II, que originalmente foi lançado em 1989, e também teve uma tradução em português feita pela Tectoy em 1996. Assim como o primeiro usava um cartucho de 4 megabits no Master, sua sequência também era “ambiciosa” para os padrões da época, e foi pioneiro em utilizar um cartucho de 6 megabits. Com isso, era possível colocar gráficos e músicas mais sofisticados que os jogos demais, e com isso transmitir uma experiência imersiva. A equipe de produção era praticamente a mesma, incluindo a programação de Yuji Naka, que futuramente seria conhecido como o pai do Sonic, Naoto Ohshima para as artes, que também ficaria eternizado por ter inventado o ouriço dois anos depois, e Rieko Kodama, a designer de jogos de sucesso da época. Um pouco…

Confira dois games criados por Hideo Kojima e lançados em consoles da Sega!

Hideo Kojima, um dos mais famosos game designers da atualidade, lançou recentemente Death Stranding (PC/PS4) pela sua produtora Kojima Productions. Conhecido principalmente pela franquia best-seller Metal Gear Solid, Kojima cravou seu nome na indústria de games ao inovar o mercado com o gênero furtivo e o uso de narrativas complexas – explorando como ninguém uma representação cinematográfica em jogos de grande escala. Mas MGS não é a única franquia pela qual Kojima se aventurou, inclusive com alguns games lançados para consoles da Sega! Vamos relembrar de dois clássicos dele? Snatcher O clássico cyberpunk lançado originalmente para as plataformas PC-88 e MSX2 em 1988, chegou apenas no Sega CD em 1994 (ironicamente apenas nos EUA e Europa, e não no Japão), baseada em uma versão lançada antes no PC-Engine, em 1992. Até então, a versão para o Sega CD (sem o envolvimento direto de Kojima) era a única disponível totalmente em…

Conheça Zodiac, jogo cancelado pela Ubisoft para o Mega Drive

Mais um título para a lista de cancelados na última hora do Mega Drive. Zodiac é o nome do game desenvolvido pela Ubisoft entre 1992 e 1993, por uma equipe composta por Frederic Houde (um dos criadores de Rayman) e Laurent Cluzel (que trabalhou em Starush, um shmup de Amiga de 1992, e o adventure The City of Lost Children). Frederic falou sobre o jogo em uma entrevista para o site Arcade Attack, confira abaixo: Como você teve a oportunidade de trabalhar para a Ubisoft? Meu melhor amigo Frederic Markus trabalhou em um jogo chamado Starush para Amiga, Atari ST e PC, enquanto eu terminava meu serviço militar. Então, tentei uma abordagem para me juntar à equipe. Tínhamos uma estratégia para mostrar algo grande à Ubisoft para poder criar outra versão (console), comigo como programador principal. Decidimos mostrar um enorme chefe na plataforma Amiga, algo que o atual programador deste…

Power Rangers – Está na hora de Morfar! Os clássicos heróis na tela do Mega Drive!

“Power Ranges”, a clássica série que foi um estrondoso sucesso nos anos 90, ganhou um novo filme em 2017 que se inspira no antigo programa para reapresentar os jovens heróis para uma nova geração de fãs – e também tentar resgatar os antigos. Se o filme ficou bom ou ruim, não interessa nesse momento (mas você pode deixar sua crítica nos comentários), o que sabemos é que o Mega Drive recebeu em 1995 um jogo baseado no longa “Mighty Morphin Power Rangers: The Movie” (ou Power Rangers: O Filme) lançado no mesmo ano. Produzido pela Banpresto (hoje propriedade da Bandai Namco), o jogo segue o estilo de pancadaria 2D, consagrado por “Streets of Rage”, onde até dois jogadores simultâneos podem controlar os vários Rangers e seus Zords. São seis cenários ao todo, que não se baseiam apenas no filme, mas também em alguns episódios da segunda temporada da série -…

15 jogos imperdíveis do Mega Drive que todo retrogamer deveria “dar uma olhada”

O Mega Drive é um console com tantos jogos clássicos e inesquecíveis que fazer uma seleção é tarefa árdua. Afinal, se fôssemos colocar todos os games que alcançaram o status de “clássico”, é capaz da lista passar dos 200 títulos, e isto não seria um exagero. O mesmo vale para essa lista, inicialmente pensamos em fazer com 10 jogos, porém decidimos expandir para 15 por sempre ter aquele pensamento de “não, este aqui não podia ficar de fora!”. PS: Não estão em ordem de importância 15 – Street of Rage II (1993 – SEGA) O game ganhou fama com seu estilo de pancadaria em cenários urbanos, gritos com vozes roucas, e uma das melhores trilhas sonoras do Mega Drive graças ao inquestionável talento de Yuzo Koshiro. Dos três, o segundo é considerado o melhor pela maioria, sendo uma espécie de releitura turbinada do primeiro título. Excelentes gráficos,  bom ritmo entre as…

Phantasy Star I – Clássico RPG do Master System em português pela Tectoy!

Grande sucesso no mundo dos JRPGs, o Phantasy Star foi lançado para Master System em dezembro de 1987 no Japão, em 1988 para a Europa e Estados Unidos, e em 1991 no Brasil com textos traduzidos pela Tectoy. A ideia de desenvolvê-lo veio de uma pesquisa realizada em 1986 pela revista oficial da SEGA no Japão, a “SPEC” (Sega Players Enjoy Club). Eles concluíram que os RPGs eram os títulos mais aguardados pelo público japonês no Nintendo 8bits, e querendo aproveitar a popularidade do gênero, a SEGA começou a trabalhar em um para seu videogame da época: o Master System. O objetivo era utilizar a fórmula que deu fama ao gênero, mas inovando em diversos pontos para singularizá-lo ao máximo: o estilo é futurista, e não medieval; a protagonista é  mulher; as dungeons são tridimensionais, dando um efeito impressionante para a capacidade do console; as animações e as cores eram as mais caprichadas o…

Fã prepara lançamento de Alex Kidd 3 – Curse in Miracle World

Em janeiro de 2017 o fã e desenvolvedor francês Yéti Bomar anunciou o jogo Alex Kidd 2 – Curse in Miracle World para o Master System, mais tarde renomeado para Alex Kidd 3, trazendo várias novidades em relação ao jogo anterior. Alex Kidd 3 apresenta três novos veículos, cinco novos castelos, novos níveis, gráficos aprimorados, uma trilha sonora fantástica e muito mais. Confira mais detalhes no blog do desenvolvedor ou no trailer abaixo: https://www.youtube.com/watch?v=APuKUnZ3W-U