Sonic & Knuckles já tem 25 anos (sim, o tempo passa muito rápido) e nós do Blog Tectoy fizemos um artigo explorando um pouco mais sobre ele.

Fizemos um mega texto comentando um pouco mais sobre o Sonic 3 & Knuckles, que são as duas aventuras juntas, mas não havia nenhum referente a aventura sozinha de Sonic 3. Como não queremos deixar essa aventura “de fora”, decidimos trazê-lo aqui.

CONTINUANDO DE ONDE SONIC 2 PAROU

A história começa após a derrota do Dr.Eggman em Sonic 2, quando a sua estação espacial, Death Egg, caiu na ilha flutuante “Angel Island”. A força do impacto fez com que a ilha caísse no oceano.

Preocupado com o que acaba de acontecer, o guardião da Esmeralda Mestre, Knuckles, o último membro de uma antiga civilização de equidnas vai investigar o que aconteceu e acaba se deparando com o cientista. Sabendo que era questão de tempo até Sonic e Tails chegarem, o vilão diz ao bem intencionado Knuckles que os dois planejam roubar a Esmeralda Mestre.

Logo em seguida, Sonic e Tails se aproximam da ilha com o avião bimotor, o Tornado. O ouriço utiliza o poder das sete esmeraldas para atingir uma super transformação, mas o Knuckles surge do solo e pega o ouriço de surpresa, e acaba roubando todas elas.

Agora o ouriço e o menino raposa precisarão recuperar as esmeraldas, conscientizar o Knuckles de que o vilão é o cientista, e impedir os planos do Dr.Eggman mais uma vez.

O QUE O SONIC 3 TEM DE SINGULAR?

Quando o cartucho é unido com o Sonic & Knuckles lançado meses depois, tivemos diferenças na trilha sonora. O mais provável é que a SEGA quis eliminar qualquer referência que tenha ficado do Michael Jackson, que inicialmente compôs as músicas do Sonic 3, mas acabou não sendo creditado pelas acusações de abuso de menores na época.

A música tema do Knuckles é diferente, sendo que muitos comparam com a Blood on the Dance Floor do Rei do Pop lançada anos depois; a música de vice-chefe é uma clara referência ao Michael com direito aos gritinhos do cantor e também foi removida; além de alguns jingles gerais. Por fim, a música de encerramento do game, considerada uma das mais legais entre os fãs do Mega, também não existe nem no S3K e nem no SK.

Por fim, no relançamento do jogo para computadores com o nome Sonic & Knuckles Collection, todas as músicas que faziam alguma referência ao Michael foram descartadas.

SONIC É SONIC!

São seis fases com o gameplay no melhor estilo de correr-e-pular que todo mundo conhece (e ama!) nos jogos do Sonic. Assim como escrito nos artigos citados anteriormente, o Sonic 3 é um dos games mais ricos quanto ao level design, contando com muitas rotas a serem seguidas e que exploram as habilidades individuais tanto do Sonic quanto do Tails.

Cada ato tem um chefe também, o que demonstra a criatividade da Sonic Team, assim como o estilo artístico também é diferente dos jogos anteriores, com visuais mais modernos e tridimensionais. A tradicional riqueza de animações dos protagonistas se mantém, sendo que os sprites do Sonic são, para muitos, o mais legal da trilogia do Mega Drive (outros tantos preferem os do Sonic 2, sendo motivo de intenso debate dentro da comunidade de fãs).

O interessante é que o diretor Hirokazu Yasuhara conseguiu um equilíbrio perfeito entre o estilo mais focado em plataforma do Sonic 1 com o foco da velocidade de Sonic 2, alcançando um meio termo que, para muitos deixam o jogo mais divertido.

Fora isso, a trilha sonora é ótima, a física é perfeccionista, os Special Stages escondidos pelas fases também estimulam valores de exploração e o jogo, como um todo, é mais um excelente trabalho da Sonic Team.

QUE LATÃO É ESSE?!

Latão de Carnival Night em Sonic 3

O maior defeito, de muito longe, deste game, é o latão presente no segundo ato da Carnival Night. Muitos jogadores ficaram impedidos de zerar este game antes da internet existir por simplesmente não saber como passar.

Basicamente, o jogador deve adivinhar que você deve apertar pra baixo e pra cima até você alcançar uma altura o suficiente para pular em outra plataforma. É interessante, pois o jogo que tem um dos melhores (talvez o melhor) level design de toda a série Sonic até hoje, é o que também tem a pior decisão de level design por culpa dessa lata.

Fora isso, o jogo não é bem polido quanto a bugs, algo bem comum nos jogos do ouriço dessa época, além de que a aventura acaba muito rapidinho que, somado ao fato do jogo permitir você salvar a aventura, fica aquela sensação de “já acabou?!”. Fica mesmo um sentimento de que a aventura acaba no meio, o que não deixa de ser verdade.

No entanto, Sonic é Sonic e sempre (ou quase) rende horas de diversão e com o Sonic 3 não é diferente. É verdade que a versão definitiva vem quando você acopla este game com o Sonic & Knuckles, mas mesmo assim vale a conferida, pelo menos para tentar descobrir todas as músicas do Michael Jackson. Mais um clássico do Mega Drive.