Esta última quarta-feira, 11, marcou os 25 anos em que o lendário piloto de Fórmula 1 Ayrton Senna, levantou um troféu customizado do Sonic, uma imagem que ficou famosa no decorrer dos anos com a chegada da internet.

E claro que há uma história interessante por trás disso. Em 1993 a Sega era uma das grandes empresas patrocinadoras de F1, em especial para esta corrida realizada em Donington Park, na Inglaterra, em 11 de abril de 1993 – também conhecida como Grande Prêmio da Europa de 1993 ou ainda pelo nome oficial “XXXVIII Sega European Grand Prix”.

Além de patrocinar a corrida, a Sega também era patrocinadora da equipe Williams, sendo que os pilotos usavam macacão azul, luvas brancas e sapatos vermelhos, em referência às cores do Sonic. Nos carros haviam logotipos da Sega, o rosto de Sonic e na lataria lateral um desenho das pernas do ouriço – quando o carro era filmado de lado, a impressão era que o próprio Sonic estava pilotando-o!

Com uma corrida toda temática organizada pela Sega, o pódio também foi planejado para ser um show de marketing para a empresa japonesa. Certa da vitória dos dois favoritos pilotos da Williams, o francês Alain Prost e o britânico Damon Hill, a Sega customizou um troféu especial do Sonic, apenas para efeitos de marketing – o verdadeiro troféu do campeonato seria entregue logo em seguida.

Sonic com Alain Prost e Damon Hill

Só que essa festa azulada com o ouriço não ocorreu conforme planejado, já que um certo piloto brasileiro de macacão vermelho apareceu para agitar as coisas de forma histórica.

Na época Senna vivia uma grande rivalidade com Alain Prost, que corria pela imbatível equipe Williams. Com um carro inferior ao do rival, Senna não apenas venceu a corrida com a sua McLaren, como também realizou o que é considerado pela maioria dos especialistas em automobilismo como “a melhor primeira volta da história”.

Senna ficou na quarta posição no grid de largada. O dia estava chuvoso e assim que a corrida começou, o brasileiro acabou caindo para a quinta colocação, mas com facilidade Ayrton logo se recuperou.

Ainda na primeira volta o brasileiro ultrapassou o alemão Michael Schumacher da Benetton, a Sauber do austríaco Karl Wendlinger e as Williams de Prost e Hill, assumindo a primeira posição – confira no vídeo abaixo.

Senna permaneceu na ponta, perdendo a liderança apenas nas duas vezes em que foi para os boxes. Ele inclusive chegou a dar uma volta sobre o segundo colocado, Damon Hill.

Como resultado, foi Senna e não Prost ou Hill, que recebeu o icônico troféu do Sonic – que apesar disso, ainda cumpriu seu papel de marketing para a Sega com sucesso.

Após essa corrida o troféu nunca mais foi visto e supostamente ficou perdido, até que ontem o twitter da McLaren revelou que ele ainda existe e está guardado em algum depósito empoeirado na empresa.

E antes que alguém reclame, o braço de Sonic é móvel, por isso ele está em uma posição diferente do que na foto com Senna. Quem diria que um simples troféu e uma foto icônica teriam tanta história por trás, não é? São as curiosidades do mundo do esporte E dos videogames.

Por fim, ainda vale lembrar que um ano antes, Senna e Sega lançaram juntos o clássico jogo de corrida “Ayrton Senna’s Super Monaco GP II” para o Mega Drive!

[via NintendoLife]