Em mais um ato de comemoração dos seus 30 anos, a Tectoy anuncia o relançamento de um dos maiores sucessos da indústria brasileira de brinquedos de todos os tempos: o Pense Bem.

Lançado no final da década de 80, o Pense Bem foi o terceiro produto produzido pela Tectoy e era um brinquedo educativo que lembrava um computador, um item que era para poucos na época, tanto pelo seu alto valor como pelo fato que a informática começava a ganhar força no Brasil.

Logo que foi lançado, virou sonho de consumo da criançada, afinal era o primeiro contato que os baixinhos tinham com um computador e uma “alta tecnologia computadorizada“, como dizia o slogan do produto: “Pense Bem, muito mais que um brinquedo, quase um computador“.

Ele tinha 32 teclas multicoloridas, sensíveis a um toque – sendo que após a cada toque, o aparelho emitia um som eletrônico. O seu visor digital era de fácil leitura e mostrava as perguntas, respostas e pontuações alcançadas.

perguntas sobre Knuckles  no livro do Sonic lançado nos anos 90

O Pense Bem foi considerado o primeiro notebook infantil. Além de ter atividades básicas embutidas, era mais popular com livros de perguntas, cujos temas iam desde História, Matemática e Inglês, até livros com personagens clássicos como Sonic e Turma da Mônica. Seu uso era simples: bastava apertar a tecla que representa a alternativa correta e o brinquedo informa se ela está correta ou não.

Por toda essa representatividade e pelo fato de, em 2018 o Pense Bem completar 30 anos também, nada mais justo que relançar novamente essa experiência nostálgica para saudosistas, colecionadores e porque não, novos adeptos de uma brincadeira inteligente.

Preparado para voltar aos anos 80 e desenvolver o raciocínio numa gostosa brincadeira? Adquira o seu Pense Bem pelo site oficial da Tectoy.

  • Marcelo Cleto

    Tectoy.. e a atualização do novo mega drive? Não queremos produtos novos queremos suporte ao que já foi lançado.. fica difícil arriscarmos uma nova compra de um produto de vocês pois ainda estamos com a imagem negativa que o novo mega drive nos deixou um produto lançado as pressas cheio de bugs e falhas..

  • Gladson MF

    300 reais? Aí vocês já estão de sacanagem, não é possível. No caso do Mega a desculpa eram as licenças que a Tec Toy tinha que pagar e que encareciam o produto, e agora? Qual a desculpa para um PENSE BEM custar 300 reais?

    • Igor Albert Canavarro

      A VTech, empresa de tecnologia de Hong Kong ainda deve ter as licenças desse Pense Bem. Só isso pra justificar o preço absurdo.

  • Arlete Wazilewski

    Eu ainda tenho o Pense Bem que presenteei meus filhos nos anos 90. Gostaria de saber se o novo é exatamente como o original, com carga a pilha e os mesmos livros. Quero passar pros netos menores.

  • Wagner

    300R$?
    Vocês estão drogados?
    Com 50R$ faço um igualzinho e com mais funcionalidades.
    Usando um PIC… UM PIC, um microprocessador “inutil”