Tag

Castlevania Bloodlines

Browsing

Atenção Caçadores de Vampiros, a animação de Castlevania já está disponível na Netflix!

“Castlevania Bloodlines” é um dos maiores clássicos do Mega Drive e considerado por muitos fãs um dos melhores games da série clássica – saiba mais deste grande jogo em nosso post especial. E preparem os seus chicotes, pois nesta sexta-feira (7) a Netflix traz um presentão para todos os fãs dessa maravilhosa franquia criada pela Konami em 1986: a estreia da animação com os primeiros quatro episódios (com cerca de 23 minutos cada)! Produzida por Adi Shankar (que recentemente confirmou estar no comando na produção de uma série de anime de Assassin’s Creed), a narrativa é uma adaptação de “Castlevania III: Dracula’s Curse” do Nintendinho, com o “último membro sobrevivente do desonrado clã Belmont, tentando salvar a Europa Oriental da extinção na mão do próprio Drácula”. Lançado em 1989, “Castlevania III: Dracula’s Curse” tem como protagonista Trevor Belmont no ano de 1476. Além do caçador de vampiros, há outros três…

Ocidente vs Oriente: A Confusão de Capas e Nomes!

Hoje em dia, graças ao avanço tecnológico e à globalização, os mais variados produtos seguem uma padronização massificada nos diferentes mercados mundiais, o que claro inclui os jogos de videogames. Um mesmo jogo, por exemplo, pode ser lançado em diferentes países de forma simultânea, ou com poucos dias de diferença, alterando-se apenas a sua localização para o idioma desejado – em alguns casos, o próprio jogo já oferece várias opções de idiomas. Mas lá nos “jurássicos” anos 80/90 as coisas eram bem diferentes. Cada mercado tinha grandes diferenças e variações culturais entre si, sem as opções da “informação instantânea” que a internet nos proporciona hoje. Naquela época o Japão era o principal fornecedor de games, sendo que muitos desses títulos tinham várias referências à cultura oriental, que não era muito difundida no ocidente. Além de levar meses para chegar ao outro lado do mundo, vários jogos sofriam “adaptações” para o público…

Confira 10 jogos do Mega Drive para se jogar no Dia das Bruxas

Dia 31 de outubro, o Dia das Bruxas, ou Halloween como é mais conhecido nos EUA, é um evento tradicional e cultural dos países de origem inglesa, mas que graças à globalização, vem crescendo aos poucos aqui no Brasil. Podemos não ter as casas enfeitadas, as festas à fantasia super produzidas ou mesmo sair pelas ruas com a famosa frase “gostosuras ou travessuras“, mas de uma coisa gostamos tanto quanto os estrangeiros: jogos de terror! E para comemorar o dia do coisa-ruim-tinhoso, do gato preto e das bruxas que estão soltas, fizemos um Top 10 com uma lista de jogos assustadores do Mega Drive para você conhecer ou relembrar. O 16 Bits da Sega possui uma boa biblioteca de jogos de terror, já que era um console que dava grande liberdade para as desenvolvedoras e não tinha muitas censuras, ao contrário dos rivais. Era o videogame que mais pingava sangue!…

Castlevania: Bloodlines – Caçando Vampiros no Mega Drive!

*Atendendo aos pedidos de Diogo Gomes e Magno Jose, realizados no Facebook oficial da Tectoy. No começo da era 16 Bits a Nintendo manipulava a maioria das grandes desenvolvedoras com contratos de exclusividade de games para as suas plataformas, fato que prejudicava bastante a Sega e o seu Mega Drive. Felizmente durante os anos 90 esse monopólio acabou e games que antes eram vistos apenas nos consoles da Nintendo, começaram a sair no 16 Bits da Sega, sendo “Castlevania: Bloodlines” um desses títulos. Em 1994 os fãs do Mega Drive finalmente contavam com um jogo inédito e exclusivo da série Castlevania em seu console, trazendo algumas novidades interessantes. Para começar, o título apresenta um nível de violência e sangue bem maior do que os jogos da Nintendo (que era conhecida por suas exigências de censura). O inimigo aqui não é apenas o Drácula, mas também sua sobrinha que deseja ressuscitá-lo.…