Nesta terça-feira, 12 de junho, é comemorado o Dia dos Namorados no Brasil, e para homenagear essa data especial, nós aqui do Blog Tectoy resolvemos entrar no clima romântico e relembrar de cinco casais que marcaram jogos da Sega.

Alguns realmente são casais, enquanto outros ficam naquele “chove e não molha“, mas que qualquer um consegue ver que existe nem que seja uma faísca entre eles.

Venha conosco e confira alguns desses casais marcantes em jogos da Sega!

Sonic & Amy

Os ouriços também amam, e o mais famoso do mundo também tem a sua cara metade, a querida Amy Rose, que surgiu pela primeira vez no game “Sonic CD” de 1993, onde foi retratada como apaixonada pelo azulão. Oficialmente eles não são um casal, já que Sonic está sempre ocupado em deter os planos diabólicos do Dr. Robotnik/Eggman, mas seja nos games, quadrinhos ou animações, podemos ver que há um clima entre eles.

Alex kidd & Stella

Quando Alex Kidd surgiu no clássico “Miracle World” de 1986, não havia citação de nenhuma namorada, que apareceu somente em “Alex Kidd: The Lost Stars”, lançado originalmente para arcades também em 1986. Assim Stella, como foi batizada, ajuda o nosso herói a salvar as estrelas da Constelação de Áries, que foram roubadas pelo maligno Jigaratt. Os dois personagens estão disponíveis simultaneamente na tela no modo para dois jogadores (o segundo joga com ela). O game recebeu uma versão no Master System, mas sem a heroína. Curiosamente, Stella foi relembrada em outro jogo da Sega: “Altered Beast”. Porém a “homenagem” foi o seu nome aparecer em lápides na primeira fase, assim como o de Alex.

Axel & Blaze

Casal nunca confirmado oficialmente, mas que estiveram juntinhos em todos os três jogos principais do Mega Drive, o que já foi suficiente para muitos fãs “shipparem” os dois. Porém, o que realmente sugere que eles tenham um relacionamento mais romântico é uma das telas do final de “Streets of Rage III”, onde os dois aparecem abraçados, ao lado dos outros personagens, apreciando um belo pôr do sol. Um amor que nem Mr. X e seus capangas conseguiram destruir.

Joe Musashi & Naoko

Buscando vingança de Joe Musashi, o ninja responsável por acabar com atividades da organização Zeed no clássico “Shinobi”, a agora reformulada Neo Zeed matou seu mestre e raptou sua noiva, Naoko, como vimos na história de “The Revenge of Shinobi”. Agora além de acabar mais uma vez com essa organização, Joe Musashi deve vingar a morte de seu mestre e salvar sua amada das garras dos vilões. Mas seja rápido na última batalha, pois se perder muito tempo para derrotar o chefão do crime, Naoko acabará morrendo e o nosso ninja não terá um final feliz. E não podemos deixar que isso aconteça, especialmente no Dia dos Namorados, não é?

Chaz & Rika

O clássico “Phantasy Star IV” é um jogo que conta com uma envolvente narrativa capaz de despertar as mais diferentes emoções pra quem está acompanhando. E uma dessas linhas de enredo é justamente o amadurecimento do relacionamento entre Chaz e Rika, que vai evoluindo. No final do jogo, quando todos os personagens estão se despedindo para seguir seu próprio rumo, Rika a princípio vai embora com Wren em sua nave. Mas o sentimento por Chaz fala mais alto e ela acaba mudando de ideia, decidindo passar o resto de sua vida ao lado dele no planeta Algol. Romântico não? Uma curiosidade: Em Phantasy Star Compendium, um livro oficial da Sega que conta vários detalhes e curiosidades sobre a série, há desenhos de Toru Yoshida (que foi diretor, planejador de história e designer gráfico do jogo) que retratam Rika 20 anos depois dos eventos de PSIV com um garotinho, filha dela com Chaz – que está morto. Tudo não passa de ideias conceituais de Yoshida que nunca viraram realidade (talvez algum dia né?).

Gostou do nosso Top 5? Você se lembra de outros casais marcantes em jogos da Sega? Deixe aí nos comentários para a gente!