Categoria

Dreamcast

Categoria

Há 18 anos o Brasil recebia o revolucionário Dreamcast; Confira alguns dos seus jogos marcantes!

Em 20 de setembro de 1999 chegava oficialmente ao Brasil (com direito a uma festa de lançamento na casa de shows Tom Brasil em São Paulo) o Dreamcast, o idolatrado último console fabricado pela Sega, que saiu de produção prematuramente em janeiro de 2001. Mas mesmo 18 anos depois, o console ainda tem um grande e fiel número de fãs. O Dreamcast foi uma tentativa da Sega de reconquistar o mercado de consoles caseiros, trazendo várias novidades para a época: ganhou vários jogos inovadores e era o primeiro videogame a incluir um modem e um suporte para jogos online, além, claro, de ter um hardware superior a tudo o que havia naquela estação de videogames, desenvolvido com o objetivo de superar o Sony PlayStation e o Nintendo 64. E assim o DC veio ao mundo, 15 meses antes do Playstation 2, e dois anos antes do GameCube e do Xbox.…

“Sega Dreamcast: Collected Works”, livro que promete ser o guia definitivo do console, inicia campanha no Kickstarter

A editora britânica Read-Only Memory, responsável pelo “Sega Mega Drive/Genesis: Collected Works”, considerado por muitos como o livro definitivo do Mega Drive, anunciou uma nova campanha de financiamento coletivo no Kickstarter, desta vez em uma publicação focada em outro amado console da Sega: o Dreamcast! Batizado de “Sega Dreamcast: Collected Works”, o livro será feito em colaboração com a própria Sega e assim como o do Megão, promete ser o “guia definitivo do console, apresentando uma deslumbrante coleção de materiais nunca antes publicados, oferecendo uma visão sem precedentes sobre a criação do console Dreamcast e sua célebre biblioteca de jogos”. Além do material visual fornecido dos arquivos da Sega, o livro contará com várias entrevistas de importantes nomes relacionados ao aparelho no final da década de 90, bem como de desenvolvedores de jogos com histórias e curiosidades inéditas, incluindo Yuji Naka (Sonic Adventure, Phantasy Star Online, ChuChu Rocket!), Naoto Ohshima…

Jogador consegue rodar o Flappy Bird no cartão de memória do Dreamcast!

Apesar do Flappy Bird não estar tão em evidência nos jogos para smartphones, muitos desenvolvedores fizeram diversas variantes do game e uma delas está rodando no cartão de memória do Dreamcast! O Dimitry Grinberg programou uma versão do jogo na linguagem C, e apesar de estar meio lento para mover o passarinho, o emulador está funcional! Veja como ficou: Se você quiser saber mais como ele programou, acesse este site, onde ele detalhou todo o processo para conseguir programar no cartão de memórias do console, adotando lógicas de programação, estrutura de dados, alocação de memória, entre outras informações.

‘Virtua Tennis’ do Dreamcast chega para a coleção Sega Forever nos mobiles

Após os quatro jogos clássicos do Mega Drive disponibilizados gratuitamente para smartphones no novo serviço Sega Forever, agora um quinto game já se encontra liberado para download. O escolhido foi “Virtua Tennis Challenge”, baseado no jogo lançado originalmente para Dreamcast em 2000 e reinventado para dispositivos móveis. O jogo, que antes estava disponível por US$ 4,99, agora pode ser baixado gratuitamente na App Store e Google Play Store. Os jogadores que já haviam comprado o game anteriormente recebem a versão livre de anúncios. “Dê um slice, um lob e o seu melhor topspin enfrentando os melhores do mundo e competindo contra 50 jogadores em 18 estádios internacionais. Acumule concentração fazendo jogadas que batem com o estilo de jogo do seu atleta e depois lance um super golpe que fará seu oponente tremer. Divirta-se por horas com diferentes modos, quadras e técnicas”, diz a descrição oficial. Preparado para colocar suas habilidades…

Entrevista com Luiz Nai do estúdio indie brasileiro Titan Game Studios, que aposta nos consoles da Sega!

Conversamos com Luiz Fernando Nai Ribeiro, um grande fã da Sega e um dos redatores do site SegaNerds, além de também atuar como programador do estúdio indie brasileiro Titan Game Studios, formado em 2016 e que tem como meta principal lançar e incentivar a produção de games 100% nacionais para os saudosos consoles da Sega. Atualmente o estúdio está desenvolvendo o jogo “Survival Code” para os consoles Sega Saturn, Dreamcast e também para smartphones. Saiba mais desse empreendimento em nossa entrevista abaixo: Fale um pouco mais sobre seu projeto Survival Code. É um jogo pra celular, Sega Saturn e Dreamcast. Estou há uns seis meses trabalhando na engine, fechando os últimos detalhes agora! Conte um pouco de você e sua história gamer. Você mesmo que criou a engine? Por que trabalhar com consoles tão antigos? O que exatamente você pretende lançando o jogo em plataformas digamos, mortas? Então, eu escrevo…

Sonic Adventure completa 18 anos – Relembre

Chega a ser chocante saber que faz dezoito anos que Sonic Adventure foi lançado para o Dreamcast. Além de revolucionário, a aguardada primeira investida tridimensional do azulão também era um dos símbolos da  “mega sofisticada” geração 128 bits, com uma resolução “nunca antes vista em um jogo de videogame”, além de ser um dos jogos mais aguardados da época. Este título é um marco na história do mascote da SEGA. Foi o jogo mais bem sucedido comercialmente do Dreamcast, também foi o primeiro game 3D da saga principal, um dos primeiros títulos lançados para o último console da SEGA, trouxe o visual definitivo para os personagens, além de uma trama surpreendentemente elaborada. O objetivo da desenvolvedora Sonic Team era mostrar ao mundo toda a potência do videogame mais poderoso da época, além de inovar, expandir, e revolucionar a franquia em todos os pontos para uma experiência realmente empolgante. Sonic com…

Conheça dois animes com várias referências da Sega e seus produtos

Essa vai para a seção de curiosidades! Você sabia que em 2010 foi lançado um anime chamado “Shinryaku! Ika Musume” (baseado no mangá que surgiu em 2007) onde aparece um Mega Drive todo branco e alguns jogos clássicos como “Streets of Rage”, “Golden Axe” e “Virtua Fighter”? O anime contou apenas com duas temporadas e conta a história de Ika Musume, uma “garota lula” que vem à superfície para aniquilar a raça humana em represália à poluição e deterioração do mar causada por eles. Para isso, ela escolhe como “base de operações” um restaurante localizado na beira de uma praia japonesa, mas, acidentalmente ela quebra uma parede do estabelecimento e agora é forçada a trabalhar lá para pagar o prejuízo. No emprego forçado ela conhece várias pessoas, todas excêntricas a um certo nível. Como podemos perceber, o anime é bem leve e cômico e em vários episódios podemos ver a…