Tag

Slider

Browsing

Mega Drive + Heavy Metal – Conheça MegaDriver, a banda brasileira de puro Game Metal!

Se você é um daqueles jogadores que adora ouvir trilhas sonoras de videogames, certamente já deve ter se deparado com a banda brasileira chamada MegaDriver, que surgiu em Piracicaba, no interior de São Paulo. Formada pelo guitarrista Antonio “Nino Megadriver” Tornisiello no começo dos anos 2000, o grupo ganhou destaque no cenário cultural brasileiro por tocar versões Heavy Metal de jogos clássicos, em especial os da Sega/Mega Drive, pela qual o músico possui um carinho especial. Nesses mais de 10 anos de carreira, a MegaDriver já lançou vários álbuns (todos disponíveis gratuitamente no site oficial da banda) homenageando vários games, personagens e compositores, além de conquistar reconhecimento internacional com shows nos Estados Unidos (MAGFest), e em vários festivais de animes e games populares, como o Brasil Game Show e o Video Games Live, por exemplo. Além do estilo Metal, a banda também é bem conhecida pelas suas guitarras customizadas com…

ESWAT – Patrulhe as ruas de Liberty como um poderoso policial cibernético!

Aproveitando o grande sucesso que o primeiro filme do Robocop, lançado em 1987, fazia na época, a Sega resolveu lançar a sua própria versão de um “policial-robô” e assim nascia nos arcades em 1989 “Cyber Police ESWAT”. Em 1990 a empresa lançou uma versão do game para o Mega Drive, e para tal o reformulou totalmente, mudando cenários, designs artísticos e trilha sonora. O resultado final é um jogo totalmente diferente – melhor e mais interessante do que o original, adotando um design mais sombrio e futurístico do que o colorido e contemporâneo do arcade. Enquanto no Japão ele manteve o mesmo nome, no ocidente sofreu uma pequena mudança para “ESWAT: City Under Siege”. ESWAT no arcade O jogador controla um policial de elite da tropa ESWAT (acrônimo em inglês para Enhanced Special Weapons and Tactics) na fictícia cidade de Liberty City, onde uma organização criminosa conhecida como E.Y.E está espalhando…

Decap Attack – Use a Cabeça para vencer neste Jogo!

Lançado em 1991, “Decap Attack”, um dos 22 títulos presentes no novo Mega Drive da Tectoy, é um jogo curioso do estilo plataforma que na verdade é uma versão totalmente reformulada do título japonês “Magic Hat”, baseado no anime homônimo famoso no final dos anos 80 no Japão. Como a animação não era muito conhecida fora da Terra do Sol Nascente, a Sega/Vic Tokai resolveram mudar completamente o game, e assim nasceu “Decap Attack”, que trocou o universo fofo de fantasia com estilo árabe de “Magical Hat” por uma carismática temática de terror para adolescentes. Apesar do completa mudança no visual e trilha sonora, os dois jogos possuem uma jogabilidade de cerca de 80% idêntica, com algumas mudanças nos designs dos cenários.    comparações entre Decap Attack e Magic Hat O bizarro protagonista é Chuck D. Head, uma múmia sem cabeça (mas com olhos na barriga) criada pelo cientista Dr.…

Arrow Flash – Viaje pelo espaço com um Robô Gigante pronto para detonar!

“Arrow Flash” é um dos 22 jogos que virão incluídos no novo Mega Drive da Tectoy. Produzido pela Sega, o título foi lançado originalmente em 1990 apresentando o estilo shmup, ou como ficou aqui conhecido por nós, os clássicos “jogos de navinha”. O nosso Megão era a casa perfeita para o gênero, que recebeu inúmeros títulos, inclusive você pode conferir aqui a nossa lista de Top 5 Jogos Shmup Imperdíveis do console! “Arrow Flash” pode ser considerado uma sequência espiritual dos jogos “Orguss” e “Astro Flash” (Nuclear Creature no Brasil), lançado para o SG-1000 (o primeiro videogame da Sega) e Master System respectivamente. Estamos na metade do século XXX, quando uma terrível frota alienígena intergaláctica está conquistando a galáxia e finalmente se aproxima do planeta Terra. Felizmente o cientista Zerrek Keene desenvolve o protótipo de uma poderosa nave capaz de se transformar em um robô/mecha gigante. Antes de morrer ele…

Shadow Dancer – Shurikens, Ninjas Assassinos e um Cachorro como parceiro!

Como já vimos por aqui, a saga do ninja Joe Musashi começou em 1987 nos arcades, ganhando uma aclamada sequência no Mega Drive chamada “The Revenge of Shinobi”. Quase ao mesmo tempo que Revenge chegava ao Megão, em 1989, a Sega também lançou um novo game do ninja nos arcades, chamado “Shadow Dancer”, com um um estilo e mecânicas bem diferentes, mas ainda assim semelhante ao jogo original de 87. Além dos gráficos e visuais melhorados, a nova aventura trazia uma novidade bastante significativa: o ninja tinha a companhia de um cachorro para ajudá-lo nas matanças! E acredite, a única coisa mais legal de se controlar um ninja em um game, é controlar um ninja E um cão assassino sob seus comandos! Shadow Dancer no arcade O game apresenta quatro estágios, divididos em quatro capítulos (o último era sempre o chefão), e tem uma dificuldade acima da média. Curiosamente, não…

Streets of Rage 2 – Uma surra na trilha sonora num dos clássicos de pancadaria do Mega!

Aproveitando o sucesso que os jogos de pancadaria faziam nos fliperamas no final da década de 80 e a versão bem “meia – boca” que o rival Super Nintendo ganhou do clássico “Final Fight”, a Sega apresentou aos seus fãs o seu próprio beat’m up no final de 1991: “Streets of Rage” – saiba mais dessa história clicando aqui. É claro que o grande sucesso que o game gerou deixou os fãs sedentos por mais aventuras nas “Ruas da Fúria”, o que felizmente não demorou a acontecer. O diretor do primeiro game, Noriyoshi Ohba – leia entrevista com ele -, foi chamado de volta para comandar a sequência, que também contava com o nome do compositor Yuzo Koshiro, que já estava famoso pelos seus trabalhos excepcionais em “Streets of Rage” e “The Revenge of Shinobi”. Na época “Street Fighter II” já fazia um enorme sucesso e podemos perceber algumas influências…

Meu Mega Drive – Um Relato de Leandro Vallina (Blog Filmes e Games)

Que saudade da adolescência… A-ha tocando na rádio e você desesperado para gravar a música na fita K-7 sem pegar a vinheta “Transamérica”, voltar da escola a pé para economizar o dinheiro do ônibus e poder comprar a Ação Games que acabou de sair e a nossa única preocupação naquela época era: “Será que vou conseguir alugar aquele lançamento que eu vi na revista se eu chegar na locadora sexta-feira depois da escola?” – e tinha que ser na sexta feira sim, pois se alugar duas fitas na sexta, só entregamos na segunda! Quando o Mega Drive começou a bombar por nossas terrinhas (início de 1991) eu já estava com meus quase 14 anos, já era um gamer apaixonado, afinal, tinha vivenciado o Atari e estava no final da geração 8 Bits, e confesso que era apaixonado pelo jogo do encanador bigodudo. Aliás, eu achava que meu coração já era daquela…

Sonic The Hedgehog 2 – O Dobro da Qualidade no Retorno do Ouriço Supersônico!

Depois da sua grande estreia em 1991 – leia mais dessa incrível história aqui – Sonic virou uma lenda viva para os gamers e ainda turbinou as vendas do Mega Drive (principalmente nos EUA, onde a Sega liderava o mercado de 16 Bits), e a sequência de seu jogo era muito aguardada. “Sonic The Hedgehog 2” tem uma importância tão grande para a Sega quanto o jogo original, não apenas por ser a continuação de um grande hit e com a obrigação de manter a qualidade excepcional, mas por que, assim como seu antecessor, tinha um grande adversário: “Street Fighter II”. O famoso jogo de luta da Capcom foi lançado em uma conversão praticamente perfeita para o Super Nintendo em 1992 e virou uma grande febre. A Sega, preocupada com o aumento das vendas do Super Nintendo e a retomada de fôlego da Nintendo graças aos famosos lutadores de rua, acelerou…

Escolha a caixa do novo Mega Drive!

Bem-vindo à Fase 3! Após surpreender o cenário gamer com o anúncio do novo Mega Drive e de anunciar a sua Personalização em dezembro passado, agora a Tectoy quer a SUA opinião sobre a embalagem do Videogame! Não temos uma máquina do tempo, mas queremos oferecer a sensação de tirar o seu Mega Drive novinho em folha de uma embalagem zerada, que certamente levará os mais nostálgicos de volta para os saudosos anos 90! Se você não teve a oportunidade de fazer isso naquela época, ou simplesmente gostaria de relembrar essa emocionante experiência, essa é a sua grande chance – e você pode ajudar a deixá-la ainda mais inesquecível. Para isso, a Tectoy quer que você dê sua opinião nos três modelos que disponibilizamos para escolher o conceito que iremos seguir na embalagem que você gostaria que o seu Mega Drive viesse. São elas: – A Clássica, a Original, a…

The Revenge of Shinobi – As Artes Ninjas na Tela do Mega Drive!

Para mostrar o poder de fogo do Mega Drive, a Sega lançou em 1989 “The Revenge of Shinobi” (conhecido como Super Shinobi no Japão – saiba mais), uma sequência de “Shinobi”, lançado em 1987 e que era bastante popular nas casas de fliperamas ao apresentar um ninja no mundo moderno – recebeu uma versão para Master System em 1988. Embora apresentasse o mesmo tema da versão arcade, o design e sistema de jogo foram completamente alterados para destacar os atributos do Mega Drive, o que fez o game ser tão bem sucedido e popular no mercado, lembrado com carinho pelos fãs até os dias de hoje. A história se passa três anos depois do game original, com a organização criminosa Zeed reformulando-se e passando a se chamar “Neo Zeed”. Decidida a se vingar do clã Oboro do ninja Joe Musashi, que frustrou seus planos no passado, essa nova organização mata…

Comix Zone – Quando o mundo dos quadrinhos e dos games se encontram de forma perfeita!

O grandioso Mega Drive é um videogame que conta com dezenas de jogos bons e inesquecíveis, com uma vasta lista de clássicos, e certamente “Comix Zone” é uma dessas pérolas que merece estar no topo dos melhores títulos do console da Sega. Ele foi lançado em 1995, ano em que os 16 Bits davam lugar para a nova geração de videogames que vinham com tudo, representados principalmente pelo Saturn e PlayStation, o que prejudicou a sua popularidade mundialmente, mas não o impediu de virar um “clássico cult” com o tempo. “Comix Zone” é o tipo de jogo que prova que o bom e velho Megão ainda tinha muito gás pela frente, mostrando uma identidade própria e estilo único. Ele é um dos games mais criativos e inovadores já criado (junto com outros clássicos como Ecco The Dolphin e ToeJam & Earl), até mesmo para os padrões de jogos 2D produzidos hoje em…

Splatterhouse 3 – Sexta-Feira 13 nunca foi tão Aterrorizante Quanto este Game!

Hoje é Sexta-Feira 13, dia do coisa-ruim-tinhoso, do gato preto e das bruxas que estão soltas. Então nada melhor do que relembrar de um clássico de terror do Mega Drive: “Splatterhouse 3”. A terceira e última aventura lançada para o 16 Bits da Sega em 1993 pela Namco (hoje Bandai Namco) e sem dúvida o jogo mais sangrento e violento da geração 16 Bits. Os dois títulos anteriores renderam uma boa fama para Rick e sua máscara maligna, que não por acaso é bem semelhante com a do Jason da franquia “Sexta-Feira 13”. Aproveitando o sucesso de games de pancadaria como “Streets of Rage”, a produtora resolveu lançar o seu próprio beat’m up no mercado. Como manda o manual de “como se fazer boas sequências”, o terceiro game apresenta melhores gráficos, mais sangue e violência, mais suspense e uma história mais detalhada e ampliada do universo criado nos títulos anteriores, além…

Ocidente vs Oriente: A Confusão de Capas e Nomes!

Hoje em dia, graças ao avanço tecnológico e à globalização, os mais variados produtos seguem uma padronização massificada nos diferentes mercados mundiais, o que claro inclui os jogos de videogames. Um mesmo jogo, por exemplo, pode ser lançado em diferentes países de forma simultânea, ou com poucos dias de diferença, alterando-se apenas a sua localização para o idioma desejado – em alguns casos, o próprio jogo já oferece várias opções de idiomas. Mas lá nos “jurássicos” anos 80/90 as coisas eram bem diferentes. Cada mercado tinha grandes diferenças e variações culturais entre si, sem as opções da “informação instantânea” que a internet nos proporciona hoje. Naquela época o Japão era o principal fornecedor de games, sendo que muitos desses títulos tinham várias referências à cultura oriental, que não era muito difundida no ocidente. Além de levar meses para chegar ao outro lado do mundo, vários jogos sofriam “adaptações” para o público…

Mestre das Conversões: os 5 jogos de Mega Drive que fizeram bonito no Master System

Durante toda a sua vida ativa, e além, o Master System recebeu inúmeros games que fizeram dele um dos consoles mais queridos pelo público brasileiro. Entre vários títulos exclusivos, o console também recebeu várias conversões de jogos que fizeram sucesso antes no seu irmão mais novo e poderoso de 16 Bits. Alguns tentavam ser o mais fiel possível, enquanto outros buscavam inovar e apresentar novidades e elementos exclusivos para o nosso querido 8 Bits. Claro que, com capacidades bem inferiores ao do Mega Drive, os desenvolvedores além de competentes, tinham que ser criativos para entregar um jogo de qualidade e não apenas uma “versão preguiçosa para ganhar uns trocados”. Felizmente o Master System contou com várias adaptações de qualidade, sendo que selecionamos cinco para a apreciação/recordação dos nossos leitores. Aproveitem e comentem sobre as lembranças destes, ou de outros games que não estão nesta lista, na seção de comentários! Sonic…

É um pássaro? É um avião? São 5 games de super-heróis imperdíveis do Mega Drive!

Os super-heróis nunca estiveram tão na moda como atualmente, invadindo o mundo dos cinemas, televisão e claro, os videogames. Mas mesmo lá nos saudosos anos 90 o gênero recebeu grandes representantes, especialmente no nosso querido Mega Drive. Selecionamos aqui cinco títulos baseados no universo colorido dos super-heróis que ganharam vida no mundo virtual na tela do 16 Bits da Sega! Veja se o seu personagem favorito está presente e deixe sua opinião em nosso espaço para os comentários! Batman The Video Game O Cavaleiro das Trevas recebeu vários títulos na geração 8/16 Bits e certamente um dos melhores foi “Batman: The Video Game”, jogo inspirado no filme de Tim Burton, lançado em 1991. O game captura bem a essência do longa-metragem em que foi inspirado e tem os seus bom momentos, com gráficos sombrios bem trabalhados, trilha sonora empolgante e design de fases que oferecem um bom desafio plataforma 2D. Outro…

Som na pista! Vocalista do Information Society também compôs trilhas sonoras no Mega Drive!

Se você gostava de curtir um som ou até mesmo uma “baladinha” nos anos 80/90, certamente deve se lembrar da banda “Information Society”, que teve seu auge exatamente nessa época com suas músicas eletrônicas e hits dançantes, que conquistou uma legião de fãs especialmente aqui no Brasil. Porém, devido a uma série de desentendimentos entre os três membros principais (Paul Robb, James Cassidy e Kurt Harland) a banda foi desfeita em 1993 e cada um seguiu seu próprio caminho na indústria musical – Harland ficou com os direitos e nome da banda e chegou a fazer um álbum solo em 1997 denominado “Don’t Be Afraid”. E foi nessa época que o vocalista, Kurt Harland, enveredou para um novo campo musical: os videogames, sendo que seus primeiros trabalhos foram nos saudosos chips de áudio do Mega Drive! Em 1995 ele compôs para três games do console: “Scooby-Doo Mystery”, da Sunsoft e que segue…

Elas têm a força! Confira 5 games do Mega Drive protagonizados por Heroínas!

Mais do que nunca, protagonistas femininas estão presentes na cultura pop atualmente, seja nos filmes, séries, quadrinhos e claro, nos videogames. Mas anos atrás essa força feminina era quase inexistente nos jogos eletrônicos, que em sua grande maioria eram dominados por personagens masculinos, antes do surgimento da icônica Lara Croft. É claro que tínhamos algumas exceções e felizmente o Mega Drive contou com um número razoável de games com protagonistas femininas, algumas que marcaram época e toda uma geração, e outras nem tão conhecidas assim. Selecionamos aqui cinco títulos memoráveis do console estrelados por jovens e belas garotas que não sonham com o príncipe encantado e não tem medo de colocar a mão na massa na hora de salvar o dia – e até mesmo a humanidade! Vem conosco e confira quem são elas: Valis III A série Valis foi uma das primeiras a ter como protagonista uma jovem garota. O…

De Gaiares a Truxton, confira 5 jogos de navinha imperdíveis do Mega Drive!

O gênero Shoot ‘m Up (shmup para encurtar), carinhosamente conhecido por aqui como “jogos de navinha”, tiveram os seus dias de glória nos anos 80/90, sendo que o Mega Drive foi a casa dos melhores games desse estilo, que caiu perfeitamente no console e seu hardware, que permitia jogos velozes e super fluídos, mesmo com a tela abarrotada de inimigos, algo que o Megão fazia com os dois pés nas costas e uma mão amarrada (diferente do seu principal rival). Compostos em sua maioria por jogos espaciais futuristas, o gênero era bem popular na época tanto nos arcades como nos consoles caseiros posteriormente. Além de excelentes conversões dos saudosos fliperamas, o Mega Drive contou ainda com vários títulos exclusivos que faziam a festa dos seus fãs. Provavelmente nenhum console ganhou tantos jogos desse estilo como o 16 Bits da Sega, e nós trazemos aqui cinco títulos memoráveis para relembrar, mas…

Tiro, Porrada e Bomba! Confira 5 games de ação intensa do Mega Drive!

Graças ao seu veloz processador, o Mega Drive pode oferecer vários títulos do gênero “Run and Gun”, também conhecido por nós como “correr e atirar”, que a concorrência não tinha capacidade de oferecer com qualidade na época. Esse tipo de jogo era marcado pela ação intensa e furiosa, a enorme quantidade de inimigos na tela, chefões gigantescos, dificuldade insana e claro, “tiro, porrada e bomba” pra todo o lado! Confira abaixo cinco games do gênero que se destacaram no Mega Drive: Gunstar Heroes Falou de “Run and Gun” games é impossível não lembrar do seu mais famoso representante: Gunstar Heroes! Desenvolvido pela Treasure em 1993, empresa a qual era formada por um grupo de ex-empregados da Konami, ele aproveita o “blast processing” do Mega Drive de forma soberba para entregar aos fãs uma aventura com ação frenética no estilo “atire em tudo que aparecer pela frente”! Recheado de fases divertidíssimas,…

ToeJam & Earl – Ajude os simpáticos aliens em um game super criativo e divertido!

O Mega Drive foi um centro de jogos inovadores pela guerra na preferência dos consumidores. Já falamos aqui do incrível “Comix Zone”, e hoje quem está em pauta é o game “ToeJam & Earl”, lançado para o console em 1991. Venha conosco e acompanhe a história dessa simpática dupla de alienígenas! Naquela época a Sega procurava um mascote para representá-la e para enfrentar o bigodudo do Mario da Big N. “ToeJam & Earl” foi um projeto apresentado para a Sega por Greg Johnson, que usou conceitos de games como o clássico “Rogue” e o scifi de 1986, “Starflight”, para criar os personagens e a história, junto com o programador Mark Voorsanger. A proposta, com uma dupla de aliens funks (funk americano, não confundir com o que temos aqui no Brasil), chegou perto de ser aceita, mas a Sega achou que os dois aliens eram tranquilos demais em suas atitudes e…